O dia 30 de junho de 2015, dia marcado para votação do PLC 28/2015, foi de muita mobilização para os servidores do Judiciário Federal em todos os Estados da Federação e nos corredores e gabinetes do Congresso Nacional.

No Amapá, os servidores das Justiças Federal (em greve por tempo indeterminado), Trabalhista e Eleitoral se concentraram em frente ao prédio do TRE-AP para analisar o atual cenário e acompanhar a sessão do Senado na qual está pautado, para votação, o PLC 28/2015.

No Pará, foram realizados atos, a partir das 9 horas, no TRT/8ª, TRE e JF. Os servidores da Justiça do Trabalho, a exemplo dos demais segmentos do judiciário, rejeitaram a proposta apresentada pelo Governo Federal e decidiram manter-se mobilizados, pois entendem que o objetivo da luta é a aprovação do PLC 28/2015 na íntegra, ainda que parcelado. A Justiça Federal também realizou um ato pela aprovação do PLC com adesão bastante significativa dos servidores daquela Seção Judiciária.

Na Justiça Eleitoral não foi diferente. Os servidores mais uma vez atenderam à convocação do Sindicato e da Comissão de Mobilização e desceram para o hall de entrada do prédio do Tribunal para participarem do ato pela aprovação do PLC 28.

A participação de servidores da Central de Atendimento ao Eleitor e dos Cartórios Eleitorais, nos últimos atos, tem sido um diferencial importante para o fortalecimento da luta. A tendência é o movimento crescer cada vez mais, pois os companheiros dos Cartórios Eleitorais do interior têm manifestado disposição para deflagrar greve juntamente com os demais servidores da sede.

A tensão e o estresse, foi minimizada pela brilhante participação do nosso companheiro Francisco, que vem se revelando como um talentoso artista na área musical. Chiquinho, como é carinhosamente chamado pelos colegas da Eleitoral, tem nos surpreendido e nos divertido com apresentação de paródias bastante criativas que além de entreter, nos levam a refletir sobre a importância da nossa mobilização para a aprovação da Recomposição Salarial dos servidores do judiciário federal.

Hoje, 01/07, os servidores se reuniram novamente, para avaliar os acontecimentos desse dia tenso de votação do projeto de recomposição salarial e deliberar sobre os novos rumos da luta.

A LUTA É DE TODOS NÓS!

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

VEM PRA LUTA!

Fonte: Imprensa SINDJUF-PA/AP