A coordenadora Geral do Sindjuf-PA/AP, Mônica Genú, participou nesse sábado (07) da primeira reunião ampliadinha com os sindicatos de base no San Marco Hotel, em Brasília. De acordo com a Federação o objetivo da reunião é fortalecer a luta e debater as demandas da categoria frente aos ataques – cada vez mais intensos – ao funcionalismo público, os servidores do PJU E MPU.

Os participantes avaliaram a conjuntura e o cenário diante dos desafios que se apresentam e debateram reforma da Previdência (tramitação no Senado, calendário de lutas e mobilização); efeitos da EC 95 e outras matérias prejudiciais aos servidores públicos no Congresso Nacional e Quintos.

De acordo com a coordenadora o sentimento durante a reunião era de costurar a unidade entre a categoria, o que deve contribuir para avançar nas decisões importantes e urgentes.

“A reunião da FENAJUFE com os representantes dos sindicatos presentes foi muito satisfatória. A principal característica que ela revelou foi o momento de superação das divergências, ressentimentos e ataques entre os diversos sindicatos bem com um calendário de lutas ser seguido por todos.”, contou.

Mônica analisou ainda que a luta é de classes e que a classe trabalhadora está perdendo capacidade de reagir e de entender suas reais condições. “É importante a gente ter em mente que a luta é para nos defender da retirada de direitos e que isso decorre de um governo que apresenta os interesses das classes mais abastadas contra os mais pobres. Entre os trabalhadores, nós servidores públicos estamos sendo o alvo preferido para essa retirada de direitos conquistados com muita luta. Precisamos de unidade mais do que nunca.”, afirmou a coordenadora do Sindjuf-PA/AP.