Imprimir

Nota de Repúdio contra matéria manipulada do Jornal Nacional

Publicado em Destaque

O Sindjuf-PA/AP vem a público manifestar seu repúdio aos ataques e a falta de verdade da Rede Globo que vem propagando mentiras sobre a real situação do funcionalismo público no Brasil. Em uma visível aliança governamental e empresarial, a emissora distorce o cenário em que vive os trabalhadores públicos, que hoje lutam para não perder seus direitos, após anos de luta.

 

Na noite do dia 5 de dezembro o Jornal Nacional veiculou uma matéria contra o funcionalismo público. Para sustentar seu discurso, a emissora utilizou informações manipuladas e maquiadas sobre a remuneração dos servidores, que ela apresentou como sendo “astronômica”. A matéria também tinha a clara pretensão de colocar os servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada em lados opostos, de um lado os privilegiados e do outro os desvalorizados.

Ao longo da reportagem vários “especialistas”, bem vestidos e articulados, se pronunciaram contra o funcionalismo, apresentando dados que defendiam que o verdadeiro culpado pelo desequilíbrio financeiro do país chama-se servidor público e que a Reforma da Previdência seria uma das saídas para acabar com as “regalias”.  Por outro lado, em uma tentativa de demonstrar imparcialidade, a Globo, destinou apenas rápidos segundos para que um dirigente da Fenajufe tentasse contra-argumentar, o que não foi possível, deixando a impressão no telespectador de que o representante sindical era despreparado e não tinha argumentos.

Durante a matéria, o JN afirmou que o serviço público tem uma “elite” e apresentou salário, benefícios e estabilidade como alguns “privilégios” da categoria. Para sustentar suas afirmações, o Jornal usou um quadro comparativo, simulando o salário inicial de um trabalhador do setor privado  e de um servidor público. De forma manipulada a emissora afirmou que um servidor em início de carreira ganharia R$ 30 mil, sem distinguir os cargos existentes dentro da carreira.

A emissora omitiu a verdadeira realidade dos servidores que hoje estão com a estabilidade  ameaçada;  que não recebem FGTS; que se aposentam e mesmo assim seguem tendo descontos previdenciários (de 11% ou mais) sobre a totalidade da sua remuneração. 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Full Reviw on best bokkmakers by http://artbetting.net/
Download Premium Templates
Bookmaker No1 in The UK - William Hill by w.artbetting.net