Imprimir

Museu sobre Rodas leva história do Judiciário ao interior do Pará

Publicado em REGIONAL

O Museu Sobre Rodas, que carrega parte da história do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) e está na Feira Agropecuária de Parauapebas, foi visitado por cerca de 300 pessoas desde que chegou ao Parque de Exposições do município no sábado (7/9). Além de expor peças históricas e fornecer informações sobre o funcionamento do Poder Judiciário, três juízes e servidores do Fórum local se revezaram, no fim de semana, para realizar audiências de conciliação dentro do ônibus que abriga o museu o e Juizado Especial Itinerante. 

Várias escolas públicas, a Associação de Paes e Amigos de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae) e o público da feira agropecuária, maior evento rural da região, visitaram o museu e ficaram surpresos em saber, por exemplo, que o primeiro desembargador negro e a primeira mulher a presidir um tribunal de Justiça no Brasil são do Pará. Agnano Monteiro Lopes, que morreu em 1994, aos 84 anos, dirigiu o TJE entre 1968 e 1973; e Lidia Dias Fernandes, que tem 91 anos, foi presidente no biênio 1979/1980.

Segundo os guias do museu, Monteiro Lopes era tão conhecido que inspirou uma confeiteira de Belém a batizar com seu nome o famoso doce de aniversário, que só é conhecido no Pará. Muitos estudantes envergaram togas e tiraram fotos ao lado de uma personagem vestida de Deusa da Justiça. "Eventos como esse aproximam o Poder Judiciário da população e desmistificam o trabalho dos magistrados, que interagem com os estudantes, conversam e falam com simplicidade sobre o papel da Justiça", comentou a desembargadora Diracy Nunes, coordenadora dos Juizados Especiais.

Orientações - O Juizado Especial Itinerante e o Museu sobre Rodas permaneceram no parque de exposições de Parauapebas até o domingo (8/9). O museu ficou aberto até a noite, entre 19h e 22h, quando servidores do Judiciário promoveram visitas guiadas para a população. Durante o dia, os jurisdicionados receberam orientações dos servidores sobre documentos que precisam ser apresentados para solucionar questões pela via conciliatória, para homologação judicial. O atendimento envolveu 32 servidores da Justiça e da prefeitura municipal.

Nos moldes do Projeto Verão com Justiça, que esteve em Salinópolis no último fim de semana de julho, o projeto Justiça Itinerante em Parauapebas foi idealizado pelo juiz Líbio Araújo Moura, da Comarca de Parauapebas, em parceria com o juiz Lauro Fontes, que responde pelo Juizado Especial instalado no município. No projeto, servidores treinados atendem visitantes e magistrados fazem contatos diretamente com os jurisdicionados.

A servidora Cacilda Maria Saraiva Pinto, chefe do Serviço de Museu e Documentação Histórica do TJPA, coordena o Museu sobre Rodas e treinou servidores do fórum local para atuarem no evento. Todos os magistrados lotados na Comarca de Parauapebas aderiram ao projeto e participaram das ações.

Fonte: TJPA

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Full Reviw on best bokkmakers by http://artbetting.net/
Download Premium Templates
Bookmaker No1 in The UK - William Hill by w.artbetting.net