Governo volta a se reunir no próximo dia 19 para discutir a proposta

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na segunda-feira, 6, que a proposta de reforma administrativa deve ser encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional em fevereiro. Disse ainda que ainda falta um “polimento” final na proposta. A expectativa é que o texto avance em uma nova reunião com sua equipe de governo nos próximos dias. “Vamos discutir o assunto novamente, para dar polimento nela [na reforma], em uma reunião de ministros, acho que dia 19 agora”.

O sindicato tem alertado os servidores para as consequências dessa reforma, que assim como a da previdência trará prejuízos aos servidores e ao serviço público. É mais um ataque aos direitos dos servidores. Além da questão da estabilidade via concurso público, temos a possibilidade de redução dos salários com redução da jornada com grande impacto sobre as remunerações.

Ao mesmo tempo em que anuncia essas “reformas” que irão prejudicar os servidores o governo acaba de aumentar o número de comissionados na Polícia Federal. São 500 cargos comissionados a mais, num ato que vai contra o discurso da austeridade e corte de gastos.

A direção do Sindjufe/MS considera que não são os servidores os responsáveis pela crise no país e conclama a categoria para que analise minuciosamente a reforma, lembrando que somente a mobilização e pressão podem forçar o governo a recuar desse projeto prejudicial à categoria e ao serviço público, incluso o Judiciário.

Fonte: http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/sindicatos/6539-sindjufe-ms-reforma-administrativa-deve-ser-enviada-em-fevereiro-diz-bolsonaro