O mais recente concurso público do TRT-8ª, realizado em 2013, sob a Presidência da Desembargadora Odete Alves, trouxe uma vitória à categoria: Os cargos de psicólogo e médico do trabalho finalmente foram criados e ocupados em 2014 por servidores concursados, depois de quase uma década em que esse pedido constou como item permanente da Pauta de Reivindicações da categoria, apresentada anualmente ao órgão.

No dia 25 de março o Dr. RAPHAEL ARAÚJO MELO, Médico do Trabalho do TRT-8ª, recebeu os coordenadores sindicais WLADIMIR BATISTA e RAIMUNDO ABREU, acompanhados da diretora de base ALICE ROMANA, para um bate-papo sobre os problemas de saúde que vêm afetando os servidores e as dificuldades na implementação de políticas administrativas eficazes para combatê-los.

A Pauta de Reivindicações da categoria, apresentada à anterior Presidente do TRT-8ª, foi repassada ao médico do trabalho com um breve debate sobre alguns itens, bem como os resultados dos estudos levados a efeito pelo médico Rogério Dornelles, do Rio Grande do Sul, que alertam sobre as consequências gravíssimas que o processo eletrônico traz à saúde do servidor.

Também, os coordenadores sindicais informaram ao médico que serão renovados os pedidos já feitos às administrações anteriores do Tribunal, no sentido de que a Entidade Sindical venha a participar das várias comissões existentes no Órgão para tratar da saúde do servidor, como as que tratam do PPA, PCMSO, Segurança no Trabalho, etc.

Fonte: Imprensa Sindjuf-PA/AP