O Plenário da Câmara aprovou na noite desta segunda-feira 10 a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que congela os gastos federais pelas próximas duas décadas. Prioridade da gestão de Michel Temer (PMDB), a PEC 241 é duramente criticada por provocar um abalo no financiamento da saúde e da educação públicas, áreas que atualmente já precisariam de investimento extra, enquanto mantém sem mudanças o pagamento bilionário de juros aos credores da dívida do País.

O texto foi aprovado por 366 votos a favor (eram necessários 308), contra 111 contrários e duas abstenções. Apenas seis partidos (PT, PDT, Rede, PSOL, PCdoB e PMB) orientaram suas bancadas a votar contra o texto. Todos os outros, a começar pelo PMDB de Temer e pelo PSDB, segundo maior partido no ministério, determinaram que seus integrantes votassem a favor do texto.

Confira abaixo como votaram as bancadas do Amapá e do Pará:

Bancada do Amapá (AP) – Total: 8 Dep. Federais  

Parlamentar

Partido/Bloco

Voto

André Abdon

 PP/PTB/PSC

Sim

Cabuçu Borges

 PMDB/PEN

Sim

Janete Capiberibe

 PSB

Não

Jozi Araújo

 PTN/PTdoB/PSL

Sim

Marcos Reategui

 PSD

Sim

Professora Marcivania

 PCdoB

Não

Roberto Góes

 PDT

Sim

Vinicius Gurgel

 PR

Sim

Bancada do Pará (PA) – Total: 17 Dep. Federais

Parlamentar

Partido/Bloco

Voto

Arnaldo Jordy

 PPS

Não

Beto Faro

 PT

Não

Beto Salame

 PP/PTB/PSC

Sim

Delegado Éder Mauro

 PSD

Sim

Edmilson Rodrigues

 PSOL

Não

Elcione Barbalho

 PMDB/PEN

Sim

Francisco Chapadinha

 PTN/PTdoB/PSL

Sim

Hélio Leite

 DEM

Sim

Joaquim Passarinho

 PSD

Sim

José Priante

 PMDB/PEN

Sim

Josué Bengtson

 PTB/PP/PSC

Sim

Júlia Marinho

 PSC/PP/PTB

Sim

Lúcio Vale

 PR

Sim

Nilson Pinto

 PSDB

Sim

Simone Morgado

 PMDB/PEN

Sim

Wladimir Costa

 Solidariedade

Sim

Zé Geraldo

 PT

Não

Fonte: Câmara dos Deputados e Carta Capital