quarta-feira, 20 outubro, 2021
spot_img

Servidores(as) levam o #ReformaAdministrativaNAO para as ruas no Fora Bolsonaro e discutem greve geral esta semana

#ForaBolsonaro cresce e já são mais de 500 cidades protestando no Brasil e ainda no exterior

O sábado, 24 de julho foi marcado por mais um grande ato nacional contra o governo de Jair Bolsonaro e as pautas de desmonte dos serviços público, destruição do meio ambiente e asseveramento da miséria no Brasil. Manifestantes foram às ruas em mais de 500 cidades brasileiras e em 15 países.

Pelo Judiciário Federal e MPU, sindicatos da base da Fenajufe também se juntaram ao brado das ruas. A luta contra a reforma administrativa e seus trágicos impactos para as populações mais vulneradas e para os próprios servidores(as), não pode ser desentranhada da queda de Bolsonaro, Mourão e de todo o governo.

Em São Paulo, o Sintrajud, além da presença na Paulista, capitaneou cobertura on line do ato em conjunto com a CSP-ConLutas e movimentos sociais, mostrando em tempo real também as manifestações em outros locais do país. Além do afastamento do presidente e do seu vice, os protestos devem fazer a defesa dos serviços públicos, repudiar as privatizações e denunciar o genocídio dos povos indígenas, além da violência contra a população negra, as mulheres e os grupos LGBTQIA+.

No Rio de Janeiro o Sisejufe protagonizou os protestos que pediram também a derrubada não só de Bolsonaro, mas também da reforma administrativa. O sindicato denunciou deputados que já posicionaram contra o povo e a favor da reforma.

Minas Gerais também foi palco de grandes manifestações não só na capital Belo Horizonte e o Sitraemg esteve presente não só na capital, mas também no interior do estado. Um dos objetivos foi ressaltar a defesa dos serviços públicos e dos direitos dos servidores neste momento em que o governo usa toda a força de seu rolo compressor no Congresso Nacional em sua tentativa de aprovar a mais ambiciosa das reformas da administração pública da história do país, através da PECs 32/2020 e 187 e 188/2019.

Em Alagoas os servidores e as servidoras da Justiça Eleitoral, da Justiça Federal e da Justiça do Trabalho atenderam à convocação do Sindjus-AL e participaram do ato público, demonstrando a preocupação com a reforma administrativa que acaba com o serviço público, os direitos dos servidores públicos. A PEC 32 abre espaço para a corrupção, a ingerência política, as “rachadinhas”, retirando o serviço público da população para privatizá-lo.

No Rio Grande do Sul o Sintrajufe e os trabalhadores e trabalhadoras do Judiciário Federal e do Ministério Público da União participaram da atividade, parte de um dia de mobilizações nacionais, reforçando a pressão sobre o governo e contra a PEC 32 da reforma administrativa. Outras pautas, como a valorização da educação e da saúde, a defesa das universidades e da democracia, também estiveram presentes em gritos, cânticos, cartazes e faixas.

Em todos os estados foram registradas manifestações e a participação de servidores e servidoras foi preponderante para inclusão da pauta contra a reforma administrativa, no rol das bandeiras que fortalecem o #ForaBolsonaro. A participação dos sindicatos da base do Judiciário Federal e MPU é fundamental para enfraquecer a articulação a favor da PEC 32/20 na Câmara dos Deputados.

► Confira a galeria de fotos da participação das servidoras e servidores do PJU e MPU, no Facebook da Fenajufe AQUI e AQUI.

Greve Geral

Na esteira do fortalecimento dos atos contra o governo Bolsonaro, o serviço público de todo o país discutirá ainda esta semana, a deflagração de greve geral no segmento. Um encontro nacional convocado para quinta e sexta próximas, 29 e 30 de julho, reunirá servidores(as) das três esferas da República que discutirão os ataques do governo com a reforma administrativa, e a mobilização para construção da Greve Geral do Serviço Público, com paralisações, mobilizações e atos.

Na discussão, a data a ser deliberada para GREVE GERAL dos(as) Trabalhadores(as) do Serviço Público levará em conta o calendário do #ForaBolsonaro e das centrais sindicais. O Fonasefe defende os dias 18/08 e 25/08.

O Encontro ainda sediará uma Plenária Nacional que terá como tarefa elaborar um Plano Nacional de Mobilização contra a PEC 32/20.

As inscrições para o Encontro de Servidores e Servidoras das Três Esferas podem ser feitas neste link até a meia-noite do dia 28 de julho (zero hora do dia 29).

3 de Agosto

Além da Greve Geral a ser construída, também será realizado um ato, em Brasília, no dia 3 de agosto, na volta dos trabalhos do Legislativo Federal, com programação ainda construção. A Direção Executiva da Fenajufe já discute a convocação dos sindicatos, para envio de delegações a Brasília com o objetivo de intensificar a pressão sobre deputados(as) e senadores(as).

► A programação proposta é a seguinte:

PERÍODO DA MANHÃ
– Recepção de caravanas a partir das 8 horas na Esplanada dos Ministérios. Concentração a partir do meio-dia (já almoçados) Local: Pátio do Museu Nacional


PERÍODO DA TARDE
– Início da passeata as 14 horas, partindo da concentração, seguindo pela Esplanada até a Praça dos 3 Poderes, contornando o Congresso Nacional e retornando até a Esplanada e se posicionando com as faixas, banners e bandeiras, com distanciamento entra as filas e usando máscaras, em toda a extensão do gramado. 

TÉRMINO
Dependerá do volume e desenvolvimento da atividade, podendo se estender até o inicio da noite, ou mais.

Luciano Beregeno, com informações e extratos das Assessorias dos Sindicatos filiados.

Fonte: https://www.fenajufe.org.br/noticias/noticias-da-fenajufe/reforma-administrativa/7945-servidores-as-levam-o-reformaadministrativanao-para-as-ruas-no-fora-bolsonaro-e-discutem-greve-geral-esta-semana

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.