Servidores da Justiça Eleitoral do Pará que aprovaram no último dia 13, em assembleia geral extraordinária, deflagração de greve por tempo indeterminado, se reuniram na manhã de hoje (15) para definir os rumos do movimento. Por questões de prazos legais, a greve por tempo indeterminado que iniciaria amanhã (16) foi adiada para o dia 20, próxima segunda-feira. Porém, os servidores continuarão mobilizados nos dias 16 e 17, quando farão paralisação de 48 horas.

 Comissão de greve

A decisão sobre a greve será comunicada à Administração do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, por meio da comissão de greve, que teve hoje os nomes de seus componentes anunciados. São eles:

Omar Lameira da Costa e Cláudio Luiz Santos Silva (Segurança) , Ângelo Pio Passos Neto e Maria de Nazaré dos Santos Cardoso (SA), Jeefson Menezes e Anderson Bittencourt (Zonas Eleitorais), Arnaldo Duarte (STI), Alair Cabral Ferreira (CRE), Francisco Soares (SGP).

Aviso à População

Amanhã (16) o Sindjuf-PA/AP publicará nota no jornal Amazônia, informando à população sobre a suspensão dos serviços. Veja abaixo a íntegra do aviso:

O SINDICATO DOS TRABALHADORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL DOS ESTADOS DO PARÁ E DO AMAPÁ (SINDJUF–PA/AP), em cumprimento às exigências contidas na Lei nº 7.783/89, informa à população que os servidores da Justiça Eleitoral do Pará deliberaram, unanimemente, em Assembleia Geral Extraordinária, ocorrida no dia 13/07/2015, a deflagração de greve por tempo indeterminado, em adesão à Paralisação Nacional pela sanção presidencial do PLC 28/2015, que recompõe as perdas salariais dos servidores do Judiciário da União.

Assim, as atividades na sede do TRE-PA, Central de Atendimento ao Eleitor (CAE), Postos de Atendimento e Cartórios Eleitorais da Capital e do interior serão suspensas a partir de 20/07/2015, por tempo indeterminado, mantendo-se apenas o funcionamento das áreas essenciais, conforme o que determina a lei.

Belém (PA) 16 de julho de 2015.

DIRETORIA EXECUTIVA COLEGIADA DO SINDJUF-PA/AP

 

Paralisação dos serviços

Apesar de ter sido definido que a greve terá início somente no dia 20, os servidores paralisam suas atividades nos dias 16 e 17 de julho, com concentração na Central de Atendimento ao Eleitor (CAE), localizada na tv. Pirajá, no bairro da Pedreira. Nesses dias, estarão suspensos os atendimentos e serviços na sede do TRE- PA, CAE, Postos de Atendimento e Cartórios Eleitorais da Capital e do interior.

Assembleia no TRT/8ª: Proposta é estendida a servidores de outros tribunais

Se reuniram também na manhã de hoje, em assembleia setorial, os servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT/8ª). Os coordenadores do Sindicato, levaram aos servidores a proposta da extensão da greve geral, já aprovada pelos servidores do TRE-PA.

Durante a assembleia os trabalhadores decidiram que não irão participar da greve, mas que deverão continuar a realizar mobilizações e assembleias pontuais. Além disso, aprovaram também a fixação de duas faixas em frente ao TRT/8ª, uma com a frase “Sanciona Dilma” e a outra “TRT/8ª: cumpra o acordo feito com seus servidores”.

Fonte: Imprensa Sindjuf-PA/AP