A ação faz parte da jornada de visita às bases, iniciada no dia 4 de novembro

A jornada de visita às bases do Sindjuf-PA/AP, que teve início no dia 4 de novembro, dessa vez, alcançou os municípios de Altamira e Paragominas, no Pará. O objetivo maior das visitas que aconteceram nos dias 20 em Paragominas e 26 e 27 em Altamira é aproximar a entidade de seus filiados, ouvir e colher as reivindicações dos servidores.

Coordenadores enfrentam quatro horas de estrada para visitar base de Paragominas

Em uma viagem rodoviária de 4 horas de duração, os coordenadores Nilce Figueira e Abreu Nunes, além do Assessor Jurídico do Sindicato, Dr. Arthur Freitas, levaram aos servidores de Paragominas os principais informes e esclarecimentos acerca da luta política e judicial da categoria.

Durante a visita os servidores foram consultados sobre o PL 2648/2015, e manifestaram posição semelhante a da maioria da categoria: não aceitam o projeto como está atualmente, mas apostam em alterações para melhorá-lo.

Base de Altamira também se posiciona sobre o PL 2648

Em Altamira, os coordenadores Severino Vilhena, Lauriano dos Anjos e Osvaldo Vieira visitaram as Justiças Federal, Trabalhista e Eleitoral, para levar os informes da luta pela campanha salarial de 2015 e falar sobre a mobilização da categoria em torno da tramitação do PL 2648.

Os coordenadores apresentaram o resultado da Assembleia Geral Extraordinária do dia 25/11 que decidiu “CONTINUAR LUTANDO POR REAJUSTE DIGNO DA CATEGORIA, INTERVINDO, INCLUSIVE, NA TRAMITAÇÃO DO PL 2648/2015 COM EMENDAS”. Ao serem consultados sobre o PL 2648, os servidores de Altamira também concordaram que devem ser inseridas emendas para melhorar o projeto.

Ao final da visita, os companheiros relataram as dificuldades enfrentadas por eles, principalmente, pela carência no quadro de funcionários e a grande demanda de serviços.

As reivindicações trazidas dessas visitas serão ponto de pauta da próxima reunião da Diretoria Executiva Colegiada do SINDJUF-PA/AP, prevista para o dia 17/12/2015.

Fonte: Sindjuf-PA/AP