A reunião da diretoria executiva contou com a participação de vários coordenadores e coordenadoras dos dois estados que compõem a base do SINDJUF. A reunião que teve uma extensa pauta, tratou da conjuntura política, econômica e social, como também das ações do planejamento estratégico que norteiam a luta da categoria. A reunião deliberativa é um instrumento democrático que possibilita aos coordenadores titulares e suplentes participarem do processo de tomada de decisões e trazer as demandas locais dos segmentos que compõem o sindicato. Foi com esse espírito que, apesar da distância e das dificuldades de deslocamento, a coordenadora Elizabete Bronze, da Vara Trabalhista de Redenção, enfrentou cerca de 12 horas de viagem para participar da reunião e trazer as demandas dos servidores.

Participaram também da reunião os assessores jurídicos da entidade, Dra. Lara Iglesias e Dr. Artur Freitas que apresentaram o relatório das ações judiciais. A reunião contou, ainda, com a participação do Conselho Fiscal da entidade.

O debate que predominou foi sobre os encaminhamentos e estratégias de mobilização da categoria para enfrentar os ataques do governo Bolsonaro aos servidores públicos e barrar a reforma da previdência.

Nesse sentido, a Diretoria ressaltou que tem acompanhado e seguido as orientações da Fenajufe, participando das mobilizações em Brasília e enviando representante para a ampliadinha da federação que ocorreu no último sábado, feriado de 07 de setembro.