Lançamento oficial se dá na quinta-feira, 5, em coletiva nacional de imprensa às 11 horas. Iniciativa já conta com 27 entidades trabalhando em conjunto

O Movimento a Serviço do Brasil apresentou nesta terça-feira, 3, as redes sociais por onde o coletivo vai conversar com os(as) cidadãos(ãs).

Nelas serão tratados os impactos terríveis da reforma administrativa para a população, bem como mostrar os dados reais que são omitidos ou deturpados nas campanhas do governo e dos representantes do mercado que querem privatizar o atendimento público.

No Facebook a página pode ser acessada no perfil @aservicodobr.

Também no Instagram as mensagens estarão disponíveis no perfil @aservicodobr.

O Twitter é mais um canal onde o Movimento pretende fomentar debates e entregar informação qualificada não só a formadores de opinião, mas também de forma acessível a todos os usuários da rede. O perfil ali também responde por @aservicodobr.

Outro canal escolhido para atuação do Movimento é o WhatsApp, onde também serão disponibilizadas as informações e os dados.

Já o YouTube concentrará os vídeos do Movimento e o Canal será o Movimento a Serviço do Brasil.

Para conhecer melhor a iniciativa, acesse os links abaixo, siga os perfis, curta as páginas e se inscreva nos canais. Esse Movimento nasceu por você! Seu engajamento, é fundamental para o sucesso da iniciativa.

► Facebook: https://bit.ly/389mwRG

► Twitter: https://bit.ly/2JCLyi9

► Instagram: https://bit.ly/2I5jQtE

► Youtube: https://bit.ly/360HK1F

► Grupo de WhatsApp: https://bit.ly/32bgnkf

O lançamento oficial da campanha nacional organizada pelo Movimento a Serviço do Brasil acontece no 5 de novembro, quinta-feira, em coletiva nacional de imprensa.

A luta contra a reforma administrativa requer esforço concentrado. Iniciativas como as campanhas em curso da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público e do Fonasefe são de grande importância na luta contra a reforma, por trazerem o maior leque de diversidade. No entanto, questões próprias do judiciário são difíceis de tratar e identificar em campanhas de grande abrangência, o que levou a Fenajufe e as entidades, a buscarem maior granularidade de foco.

Integram o Movimento a Serviço do Brasil, Fenajufe, Fenajud, Fenafisco, Fenamp/Ansemp, Fenassojaf, Serjusmig, Sindifisco/MS, Sindissetima/CE, Sindjuf-PA/AP, Sindjufe/MS, Sindjus/RS, Sindjustiça/GO, Sindsemp/MG, Sinjap/AP, Sinjus/MG, Sinjusto/TO, Sintaj/PB, Sintrajud/SP, Sintrajufe/PE, Sintrajufe/RS, Sisejufe/RJ, Sitraam/AM, Sitraemg/MG, Aojustra, Associação dos Servidores do MPRJ, Assojaf/MG e Assejus/DF.

Fonte: Fenajufe