Os servidores acreditam que a ferramenta mais eficaz para pressionar o governo é manter a categoria unida e mobilizada, por isso, aprovaram a paralisação de 24 horas no dia 27 de maio, prevista no calendário de mobilização nacional da Fenajufe, convocando os demais colegas da Justiça Federal, TRT-8ª e Justiça Militar para participarem do Ato.

“Se eles têm força, nós unidos temos muito mais”, declarou a coordenadora de Imprensa do Sindjuf-PA/AP, Conceição Mota, na manhã desta terça- feira (19) durante a Assembleia Setorial no TRE-PA, ao se referir às inúmeras invertidas do Governo contra a aprovação do PCS da categoria. Com a declaração Conceição aposta que apesar das estratégias do Governo para impedir o reajuste da categoria, uma paralização grande e forte tem poder de influenciar as decisões favoráveis ao tão esperado reajuste salarial.

A Assembleia promovida pelo Sindjuf-PA/AP teve boa adesão dos servidores do TRE-PA, que deixaram suas atividades para discutir as estratégias de mobilização que passarão a adotar a partir de agora, a fim de intensificar a luta pela aprovação do PLC 28/2015, que prevê a atualização do Plano de Cargos e Salários da categoria e aguarda aprovação na Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ) do Senado Federal.

A coordenadora de Imprensa contestou o discurso de que o atual cenário político é favorável, segundo ela é preciso ter cuidado com esse tipo de entendimento. “Aparentemente parece favorável, mas eu não concordo com isso, pois de uma hora pra outra o cenário pode mudar e a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco, por isso é necessário que estejamos unidos e fortalecidos”, afirmou a coordenadora.

Calendário de Mobilização chama Luta Unificada em todo país

PLC 28/2015 - Assembleia Setorial no TRE-PA chama categoria para paralisação no dia 27 de maioDurante a Assembleia os servidores receberam informes do coordenador geral do Sindicato, Lauriano Pinto e do servidor da Justiça Federal (PA) Arcelino Barros, que participaram, no último final de semana, da Reunião Ampliada da Fenajufe. Segundo o coordenador Geral o resultado mais significativo da Reunião Ampliada foi a união da categoria o que levou os sindicatos filiados a Fenajufe a aprovarem um calendário unificado de luta.

Com a agenda unificada o coordenador acredita que a hora é de pressão, e por isso deve-se aproveitar o atual cenário de crise política no governo federal, e trabalhar a mobilização nas bases dos sindicatos.

O servidor Arcelino Barros que também participou da Ampliada acredita que é preciso mostrar para o governo que a categoria está mobilizada. “A gente precisa que o Lewandowski saia do discurso e parta para prática. É preciso que todos se conscientizem do seu papel na mobilização coletiva para forçar a negociação”, disse o servidor.

Confira o calendário de Mobilização da Fenajufe aprovado durante a programação da Reunião Ampliada:

18 a 26/5 – Rodada de assembleias gerais com indicativo de paralisações e greve da categoria.

20/5 – Caravanas a Brasília e vigília nos estados para pressão e acompanhamento na CCJ do Senado.

27/5 – Mobilização/Paralisação de 24 horas, com ato nacional no STF e reunião da diretoria executiva da Fenajufe com um representante de cada sindicato.

29/5 – Participação ativa na mobilização/paralisação convocada pelas Centrais e movimentos sociais contra o ajuste fiscal, o PL 4330, as MP 664 e 665, rumo à greve geral a serem realizados nos estados e DF.

02 e 03/06 – Paralisação de 48 horas.

10/06 – Data limite para ingresso na greve nacional por tempo indeterminado dos servidores e servidoras do Judiciário Federal e MPU.

Mobilização e Pressão: Rumo à aprovação do PLC 28/2015

PLC 28/2015 - Assembleia Setorial no TRE-PA chama categoria para paralisação no dia 27 de maioIntensificando a luta em favor da aprovação do projeto que revisa o plano de cargos e salários da categoria (PLC 28/2015) e tentando barrar as propostas conservadoras, que retiram direitos dos trabalhadores, os servidores do TRE- PA aprovaram o calendário de mobilização nacional da Fenajufe e decidiram aderir à paralisação por 24 horas, em todo país, no dia 27 de maio. Ainda segundo o calendário, nos dias 2 e 3 de junho os servidores também deverão paralisar por 48 horas.

“Mas do que apostar na fraqueza dessa estrutura de poder (Governo) a gente precisa estruturar a força da nossa luta”, afirmou o servidor Ângelo Passos que fez um apelo para que os colegas das outras esferas do judiciário federal, também se juntem a luta dos servidores. Ainda segundo Ângelo esse é o momento de cultivar a igualdade. “Nessa luta todos nós somos iguais. Ou a gente se utiliza dessa igualdade para impactar o TRE, ou a gente vive um faz de conta da greve”.

Para mobilizar a categoria do Pará e do Amapá para a greve, o Sindjuf-PA/AP realizará, até o dia 26 de maio, rodadas de assembleias. Ainda esta semana, o Sindicato realizará Assembleia na Justiça Federal (20/05), no TRT-8ª (22/05) e na Vara Trabalhista de Ananindeua (26/05).

Fonte: Imprensa Sindjuf-PA/AP