terça-feira, 16 agosto, 2022
spot_img

Brasil registra mais de 219 mil casos de Covid-19 e bate 9º recorde de infectados

Nesta quarta, o país registrou 606 mortes por Covid-19, totalizando 624.507 desde o início da pandemia. Média móvel de óbitos chegou a 369, aumento de 194%

O avanço da ômicron, variante do novo coronavírus altamente contagiosa, elevou a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil e fez o país bater o 9º recorde consecutivo de pessoas contaminadas pela doença,  nesta quarta-feira (26).

A taxa de transmissão chegou a 1,9, o que significa que a cada 10 pessoas que contraem a doença, outras 19 são contaminadas. É o maior avanço no contágio já registrado no país. E, de acordo com a plataforma Info Tracker, parceria entre USP e Unesp, esse índice deve chegar a 2,03 até o fim do mês.

Nesta quarta, o Brasil registrou 219.878 pessoas infectadas, totalizando 24.553.950 pessoas contaminadas desde o início da pandemia em março de 2000.

A média móvel de casos subiu para 161.870 por dia – aumento de 169% em relação aos dados de duas semanas atrás.

No mesmo dia, o país registrou 606 mortes por Covid-19, totalizando 624.507 desde o início da pandemia.

A média móvel de óbitos chegou a 369, aumento de 194%.

Mais transmissível

Apesar de menos grave, proporcionalmente, o número total de internações pela ômicron já está sobrecargando os sistemas de saúde do país. Doze estados estão com 60% a 80% dos leitos de  Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ocupadas, segundo boletim Observatório Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quarta-feira (26).

“Não se pode ignorar que o quadro está piorando, apesar de estar claro que o cenário com a vacinação é muito diferente daquele observado em momentos anteriores mais críticos da pandemia, nos quais se dispunha de muito mais leitos”, diz o boletim.

Segundo os pesquisadores, pessoas totalmente imunizadas são pouco suscetíveis a essas internações, mas comorbidades graves ou idade avançada podem deixá-las vulneráveis.

Os pesquisadores explicam que, mesmo com uma proporção menor de casos gerando internações em UTI, os números se tornam expressivos por causa da grande transmissibilidade da variante Ômicron, que é mais contagiosa.

Estados em zona de alerta

. Em Pernambuco, 81% dos leitos de UTI para Covid estão ocupados, no Espírito Santo (80%), Goiás (82%), Piauí (82%), Rio Grande do Norte (83%), Mato Grosso do Sul (80%) e Distrito Federal (98%).

Entre as 25 capitais com taxas divulgadas, nove estão na zona de alerta crítico: Porto Velho (89%), Rio Branco (80%), Macapá (82%), Fortaleza (93%), Natal (percentual estimado de 89%), Belo Horizonte (95%), Rio de Janeiro (98%), Cuiabá (89%) e Brasília (98%).

“É fundamental empreender esforços para avançar na vacinação e controlar a disseminação da Covid-19, com o endurecimento da obrigatoriedade de uso de máscaras e de passaporte vacinal em locais públicos, e deflagrar campanhas para orientar a população sobre o autoisolamento ao aparecimento de sintomas, evitando, inclusive, a transmissão intradomiciliar”, destaca o boletim da Fiocruz.

Até ontem, 163.707.234 (76,20% da população) pessoas haviam recebido pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid no Brasil.

Outras 143.828.150 (69,29% da população) já receberam a segunda dose do imunizante.

Com informações da Agência Brasil.

Escrito por: Redação CUT

Foto/Crédito: Saúde foto criado por freepik (imagem grátis / licenciável)

Fonte: https://www.cut.org.br/noticias/brasil-registra-mais-de-219-mil-casos-de-covid-19-e-bate-9-recorde-de-infectados-eeb2

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.