segunda-feira, 17 junho, 2024
spot_img

Cerimônia de entrega do selo de Processos 100% Digital seguiu nesta sexta-feira, 12

Evento premiou as zonas eleitorais pela conclusão da digitalização dos processos físicos no sistema PJe.

Na manhã da sexta-feira, 12, foi realizado no plenário desembargador Antônio Koury, no edifício sede do TRE do Pará e com transmissão ao vivo via YouTube, o segundo dia da cerimônia de entrega da premiação pela conclusão da digitalização dos processos para o Processo Judicial Eletrônico (PJe) de todas as zonas eleitorais do estado.

Foi apresentado o vídeo institucional sobre o trabalho realizado pela Corregedoria Regional Eleitoral (CRE) em colaboração com a Secretaria de Administração (SA), Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) e Secretaria Judiciária (SJ) para que todas as ZEs finalizassem o processo de migração.

A mesa oficial do evento foi composta pela presidente do Regional, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, o vice-presidente e corregedor regional eleitoral, Leonam Gondim da Cruz Júnior, a juíza substituta Rosa Navegantes, a coordenadora da CRE, Nathalie Castro. O juiz eleitoral da 83ª ZE, Flávio Lauandi, representou a magistratura eleitoral; as servidoras e servidores da das zonas eleitorais foram representadas (os) pela chefe de cartório da 80ª ZE, Kelly Ferreira.

O corregedor iniciou o discurso com o texto intitulado “Momentos”, de Chico Xavier (1910-2002) que fala sobre as prioridades da vida e realizar as atividades da melhor forma possível. “A Corregedoria Regional não mediu esforços e priorizou o Processo 100% Digital para que o Poder Judiciário seja ágil e chegue ao eleitor, onde começa a verdadeira democracia”, enfatizou.

Ainda de acordo com o corregedor, a digitalização começou oficialmente no dia 5 de maio de 2021, em Salinópolis (64ª ZE), onde foram digitalizados 271 processos. A finalização ocorreu no dia 13 de agosto na 40ª ZE (Tucuruí), com um total de 1299 processos físicos do 1º grau de jurisdição migrados para o sistema.

16 zonas eleitorais receberam apoio presencial, no qual estiveram envolvidas (os) 65 servidoras (es) da Justiça Eleitoral do Pará. As demais zonas receberam apoio remoto da CRE e da SJ, com suporte técnico da STI.

“Em apenas 100 dias, as zonas eleitorais migraram 1299 processos físicos para o PJe em um esforço conjunto com as unidades administrativas já citadas. Não posso deixar de agradecer à desembargadora-presidente que sempre se preocupa com a celeridade e nos deu todo o apoio necessário. Com sua visão futurística, ela é sempre muito sensível ao jurisdicionado”, contabilizou e agradeceu o desembargador-corregedor.

Premiação

Em seguida, teve início a entrega dos troféus e certificados às juízas, juízes e servidoras (es) representantes das zonas eleitorais dos municípios de Marituba, Baião, Oriximiná, Ourém, Almeirim, Salinópolis, Rurópolis, Capitão Poço, Bragança, Pacajá, Santarém, Terra Santa, Tailândia e Alenquer.

Também foram homenageadas as equipes de servidoras e servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI), Secretaria de Administração (SA) e Secretaria Judiciária (SJ).

Carla Ramos Teixeira é chefe do cartório eleitoral da 64ª ZE, município de Salinópolis e falou da alegria em colaborar com a finalização do processo de digitalização.  “Estou super feliz pelo TRE, por nossa zona eleitoral e pela produtividade que vamos conseguir alcançar agora com os processos cem por cento digitalizados. É um avanço muito grande e, com certeza, vai facilitar bastante o andamento dos processos”, declarou.

“Essa questão da digitalização é bastante importante pro atual momento que estamos vivendo, pois reflete totalmente no aumento da produtividade da zona eleitoral, facilita o acesso à comunicação de zonas do interior, como a nossa, e representa o futuro. O TRE do Pará está de parabéns pela iniciativa, pois tivemos muito apoio, especialmente da Corregedoria, e já está tudo cem por cento digital, uma maravilha!”, festejou José Leonardo Frota de Vasconcellos Dias, juiz eleitoral da 13 ª ZE (Bragança).

João Paulo Nogueira, também da 13ª ZE, falou sobre a satisfação de colaborar com a digitalização dos processos e da modernização que isso representa. “A gente se sente muito honrado de estar recebendo essa premiação e orgulhosos de trabalhar na Justiça Eleitoral pelo que a Presidência do TRE tem feito por nós no sentido de nos motivar a fazer um bom trabalho. Quem ganha é a sociedade, pois, quando um processo bem elaborado recebe sentença, contribui no sentido do acesso à democracia e da diminuição considerável no tempo de tramitação”, explicou o servidor. 

Manual

Ao final da cerimônia, foi lançado o Manual de Boas Práticas de Gestão Cartorária. Nathalie Castro, da CRE, explicou que o subsídio foi idealizado pela Corregedoria e objetiva “implementar ações de planejamento, organização e controle da tramitação processual”.

A servidora Melissa pontuou que utilizou a metodologia Canva na elaboração do material.

O juiz eleitoral da 83ª ZE (Santarém) escreveu um tópico sobre recursos que colaboram na agilidade. “Sugerimos o uso de etiquetas para designar as tarefas a serem cumpridas no intuito de organização, classificação e ganho de tempo no PJe”, explicou.

A chefe de cartório da 80ª ZE de Pacajá indicou o uso de planilhas como recurso de organização e planejamento dos processos antes de acessar a plataforma do PJe.

Rodrigo Silva / Ascom TRE do Pará.

Foto/Crédito: Thalles Puget / Ascom TRE do Pará.

Fonte: https://www.tre-pa.jus.br/imprensa/noticias-tre-pa/2021/Novembro/cerimonia-de-entrega-do-selo-de-processos-100-digital-seguiu-nesta-sexta-feira-12

Latest Posts

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.

Enviar uma mensagem!
1
Olá 👋
Quer falar com o SINDJUF-PA/AP ?