Seguindo orientações da equipe do ministro Paulo Guedes, o deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA), relator da reforma tributária que está em discussão no Congresso Nacional, incluiu a proposta de extinguir os incentivos fiscais ao Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), colocando em risco um dos principais benefícios concedidos por empresas ao trabalhador brasileiro, o vale-alimentação e vale-refeição.

O Sindjuf-PA/AP alerta para ameaça que a proposta representa aos trabalhadores, principalmente porque com a pandemia, e outros fatores resultantes de decisões políticas desastrosas, problemas como a fome e o desemprego vem crescendo no país.

O vale-alimentação e o vale-refeição são direitos dos trabalhadores e garantem uma alimentação digna. A retirada desses benefícios representa menos comida na mesa dos brasileiros que de acordo com um levantamento feito por pesquisadores do grupo “Alimento para Justiça” já sofrem com o aumento da insegurança alimentar.  

A pesquisa da Universidade Livre de Berlim, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade de Brasília (UnB), mostrou que 15% dos entrevistados estavam em insegurança alimentar grave, e 12,7% em insegurança alimentar moderada, o que significa que corriam o risco de deixar de comer por falta de dinheiro. Em relação à população brasileira como um todo, isso equivaleria a 58 milhões de pessoas.

Imagem Licenciável. Criador: LUIS MACEDO