O Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará anunciou sexta-feira (18) os vencedores do concurso “Desafios das Eleições 2020 no Pará”.

O Centro é copatrocinado pelo Sindjuf-PA/AP, que acredita e investe em ações que disseminam a cultura entre a categoria. 

O CCJE recebeu 63 inscrições. Das mais de 130 fotografias recebidas, cinco foram premiadas.

As fotografias foram avaliadas pela Comissão Julgadora, composta pelo artista visual, doutor em arte pela UFMG e professor da UFPA, Alexandre Sequeira, e as fotógrafas Déia Lima e Maria Cristina Gemaque.

O concurso teve como objetivo a documentação e divulgação das ações realizadas pela Justiça Eleitoral do Pará nas Eleições Municipais de 2020. “Além de motivar os servidores a participarem das ações culturais, o objetivo do concurso, é construir um banco de imagens institucionais, que carregam principalmente o olhar dos agentes da JE.”, explica a integrante do Grupo Gestor do CCJE, Carla Ferreira.

Vencedor

O vencedor do concurso foi o técnico de transmissão via satélite (TSAT), Carlos Alessandro de Sousa Santos, com a fotografia “Entrega na Comunidade Saraca Amapá – Oriximiná PA – Comprometimento e responsabilidade com o que nos foi delegado”.

O primeiro colocado recebeu uma premiação no valor de mil reais.

Alessandro contou a ASCOM do TRE-PA em que ocasião foi feita a imagem: “Estávamos chegando a uma comunidade, onde tem uma seção eleitoral. Por ser verão, o rio fica muito baixo, então tem locais onde precisamos descer da canoa (ou rabeta) e puxar para chegar ao destino”, finaliza Carlos Alessandro.

Outras quatro fotografias também foram premiadas, recebendo cada uma, a premiação de quinhentos reais.

Transmissão de Dados


A fotografia intitulada “Transmissão de Dados” do servidor Felipe Dos Anjos Medeiros – Técnico de Transmissão na 17ª ZE – Chaves;  registrou a simulação de Transmissão de Dados feita em uma antiga escola do Município de Chaves ao ar livre e foi a segunda colocada. Felipe se surpreendeu com a premiação: “Eu não imaginava ser um dos premiados pelo concurso, afinal eu concorri com muitos servidores do TRE-PA, e com belas imagens do nosso querido Estado em geral. Eu com a minha quarta eleição no Município de Chaves-Marajó, digo aos servidores em geral que o nosso estado existem lugares incríveis, e com difícil acesso de logísticas e com ótimos gráficos e pontos para serem fotografados. Digo a todos que continuem fazendo o seu melhor e fotografem mais, e não desistam de um sonho.”, encoraja o servidor.

“À Deriva”

Entre as imagens selecionadas está também a da equipe da sessão de transporte da Sede do TRE-PA. A premiação foi recebida pelo servidor Alair Ferreira, Técnico Judiciário, que estava representando o grupo. O momento da premiação foi prestigiado pelo coordenador do Sindicato, Ribamar França.

Servidor Alair Ferreira (à esquerda) e coordenador Ribamar França (à direita)

“A foto foi tirada durante uma viagem entre Itaituba e Jacareacanga em que ocorreu um acidente, sem vítimas, em que o condutor estava no meio do nada, no meio da floresta amazônica, aguardando o reboque que chegou depois de umas 6 horas”, conta Alair.

Membros do CCJE ( Carla e Nazaré), servidor Alair Ferreira e coordenador Ribamar França.

Para ele o concurso é importante porque valoriza as dificuldades vivenciadas pelos servidores: “O importante é que os fatos são registrados pelas pessoas que estão vivenciando “o aqui e o agora”, como foi o caso da nossa equipe. As pessoas ficam conhecendo um pouco do nosso trabalho e principalmente o isolamento e as situações difíceis que enfrentamos durante essas viagens feitas no período das eleições.”, ressalta ele.

“Trapiche da cidade, distribuição de urnas eletrônicas feita por voadeira, véspera das Eleições Municipais 2020”

A fotografia da servidora requisitada, Fabrícia Macedo, também foi premiada. Ela fala da emoção em ser uma das vencedoras do concurso.

“Estou muito feliz pela premiação, parabenizo e agradeço a equipe do CCJE pela  realização do concurso de fotografia. A fotografia foi feita no trapiche fluvial da cidade de Chaves na véspera da eleição, sendo a última urna  a ser enviada para o local de votação Vila de Bacuri distante a 30 minutos de voadeira da sede do município. Essa foto representa apenas um pouco da imensa logística que temos na 17 ZE/Chaves-Pa.” Conta Fabrícia.

 “Chegada da urna eletrônica na Ilha do Quatipuru, município de Tracuateua”

Em Bragança, no Pará, o servidor, Flávio Rocha Rodrigues – Requisitado da 13ª ZE, registrou mais uma imagem que foi premiada. Ele conta que ser admirador da fotografia e que ao saber do concurso quis aproveitar a oportunidade.

“Desde muito tempo eu amava fotografia, e mesmo em outras eleições eu gostava de fazer registros das “aventuras”. Nesse ano, eu vi o edital do concurso na caixa de entrada do e-mail do cartório Eleitoral. Conversei com a chefe de cartório sobre a minha participação e ela confirmou que eu poderia sim, participar. Foi a oportunidade de eu fazer o que gosto, o que já fazia desde outros anos eleitorais, porém, dessa vez haveria um prêmio em disputa.”, Conta Flávio.

O servidor explica que a região onde está localizada a sua zona eleitoral é de difícil acesso e os desafios são muitos.

“Muitas localidades são de difícil acesso, principalmente a da fotografia que encaminhei ao concurso. A fotografia que eu enviei foi um registro da ida das urnas à Ilha do Quatipuru, uma ilha próximo ao município de Tracuateua.  Para ir e voltar de lá deve-se considerar o horário da maré, tem que ir com mais antecedência do que as urnas de outras seções. E no próprio dia do pleito é necessário até reforço policial. Por conta da distância, essa ilha também é um ponto de transmissão ao fim das eleições. Ou seja, no término das eleições o técnico presente na ilha já faz a transmissão das seções.”

Flávio também compartilha a alegria ao saber da premiação: “Não foi exatamente a fotografia que ficou em 1° lugar, mas saber que pelo menos dois registros meus estarão na exposição, e de que uma delas recebeu a premiação, pra mim já foi uma enorme vitória. E no dia em que descobri que eu fui um dos premiados foi uma grande realização pra mim, e um orgulho pros colegas do cartório.”

Veja a lista dos premiados:

Primeiro Colocado

Carlos Alessandro de Sousa Santos (Atuou como Técnico de Transmissão – TSAT – na 38ª ZE – ORIXIMINÁ) 

Outros premiados 

Felipe dos Anjos (Técnico de Transmissão – TSAT – na Zona 17 Chaves-PA) 

Alair Cabral Ferreira (Técnico Judiciário da Seção de Transporte – SETRA 3346-8776) 

Fabricia Favacho Macedo (Requisitada-Assistente I 17ª ZE/Chaves)

Flávio Rocha Rodrigues (atuou na 13ª ZE – Bragança/ Tracuateua)