Aula inaugural contou com mais de 3 mil visualizações e intensa participação de servidores e servidoras. Próxima aula será na segunda-feira, 22

Uma noite para ficar na história da Fenajufe e das entidades parceiras na mega iniciativa de formação. Assim está definida a aula inaugural de 16 de março, do Curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública, a Reforma Administrativa e os impactos sobre os Serviços Públicos. Com recorde de inscrições – 1.710 inscritos até 15 de março – a Organização definiu pelas aulas abertas via YouTube, além de prorrogar o prazo para novas inscrições (inscreva-se aqui ou clique na imagem ao lado) até a segunda-feira, 29 de março. Outra definição da Comissão Organizadora foi pela manutenção das aulas no YouTube e com isso, garantir maior participação e repercussão.

O curso também trouxe a preocupação em ser inclusivo. Durante toda a aula houve tradução para LIBRAS e todos que fizeram uso da palavra foram instruídos a se autodescreverem, como parte da orientação de audiodescrição. No conjunto, a iniciativa foi muitíssimo bem recepcionada e muito elogiada.

Na aula inaugural, a recepção aos alunos foi feita pelas entidades organizadoras, Fenajufe, Fenamp/Ansemp, Fenajud, Andes-SN, SindiReceita e Fenasps. Pela Fenajufe, o Coordenador de Formação Política e Organização Sindical, Thiago Duarte, autor da proposta do Curso aprovada por consenso dentro da Diretoria da Fenajufe, ao saudar os participantes pela Fenajufe, delineou o cenário de ataques aso servidores e servidoras, agravado pela aprovação da PEC 186 e os reflexos disso na redução da oferta dos serviços públicos à população. O dirigente destacou que as reformas aprovadas e aquelas em curso afetam o papel do(a) servidor(a) seja na Educação, Saúde ou nos Legislativos e no Judiciário.

Já na apresentação de conteúdo, o professor Plínio de Arruda Sampaio Júnior traçou a linha histórica da exploração da classe trabalhadora pelo capital e pelas tensões entre as duas forças que levaram ao golpe de estado institucional em 2016, o que ele classifica como o marco que “determina o fim da Nova República” e abre o período da “República dos Delinquentes”: primeiro o delinquente de terno (Michel Temer) e posteriormente, o delinquente miliciano (Jair Bolsonaro).

No segundo tempo da aula, Vladimir Nepomuceno fez um raio X da PEC 186 e da reforma administrativa e como elas foram geradas, principalmente no que tange à reforma da Previdência também aprovada por Bolsonaro (sem partido), mas totalmente recepcionada do projeto elaborado por Michel Temer (MDB). O palestrante falou ainda sobre a possibilidade de o atraso na vacinação sugerir ser deliberado, como estratégia para evitar manifestações pelas ruas.

A primeira aula do curso pode ser acessada no HotSite do Curso, no YouTube e no Facebook da Federação. Reveja:

Próximo webinar
A Aula 2 do Curso de Formação de Lideranças com foco na Administração Pública, a Reforma Administrativa e os impactos sobre os Serviços Públicos acontece na segunda-feira, 22 de março, a partir das 18h. Mas é um caso isolado para acomodação de agenda. Os oito webinários seguintes acontecerão às terças-feiras. A programação completa está em formacaodeliderancas.fenajufe.org.br. O hotsite do Curso de Formação de Lideranças contém todas as informações sobre a programação e as aulas, bem como é o local onde você pode assistir às aulas já veiculadas.

O tema da segunda aula será “O Ciclo Laboral no Serviço Público”, a cargo dos professores Ricardo Antunes e Luiz Alberto dos Santos. Conheça:

  • Ricardo Antunes

Professor Titular de Sociologia no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, Ministrou cursos de pós-graduação e graduação e conferências em várias universidades na Europa (Itália, Espanha, França, Inglaterra, Portugal, Suíça); na América do Norte (EUA); América do Sul (Argentina, Uruguai, Chile, Venezuela, Equador, Colômbia, Guatemala, Costa Rica, Cuba) e na Ásia (China e Índia).

  • Luiz Alberto dos Santos

É Doutor em Ciências Sociais – Estudos Comparados sobre as Américas pelo Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas – CEPPAC/UnB. Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mestrado em Administração pela UNB. Foi Subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República. Foi Assessor Especial do Líder do Governo no Congresso Nacional. É Consultor legislativo do Senado Federal. É professor da EBAPE da Fundação Getúlio Vargas-RJ e da FGV. Atua como consultor e colaborador do DIAP.


Luciano Beregeno, da Fenajufe