Após amplo debate, a Diretoria do Sindjuf-PA/AP finalizou no último sábado (29) o seu Planejamento Estratégico para o triênio 2019-2022. Um conjunto de ações e metas para garantir o melhor desenvolvimento das atividades em favor da categoria. A reunião ocorreu no Beira Rio Hotel e contou com a presença da Assessora Política do Sisejufe (RJ), Vera Miranda.

A Assessora destacou a importância do Sindicato humanizar suas atividades e seu espaço. “O Sindicato é também um espaço onde você pode pensar todas as agendas de relação, de humanização, não só para dentro da categoria, mas também na sua relação com a sociedade. É momento da gente, inclusive, repensar a visão corporativista (…)”.

Cerca de 20 coordenadores do Pará e Amapá participaram do planejamento. A reunião também contou com a presença do servidor Marco Antônio pereira Cardoso (JMU-PA). “A coordenação está de parabéns por essa iniciativa de planejar, de fazer uma avaliação conjuntural, se reunir e pensar no futuro do Sindicato. Claro que é um tempo curto de 3 anos, mas é muito proveitoso para toda a categoria.”, declarou Marco.

Os dirigentes discutiram a atual conjuntura e pontuaram o desafio de unificar a categoria que se encontra distante por diversas questões que devem ser contornadas por um plano estratégico que será posto em prática nos próximos meses. Outro desafio, é criar um novo plano de comunicação para que a Entidade consiga se aproximar do novo perfil de servidores.

“A partir de agora a gente pode ter um norte a seguir nessa nova gestão e vamos colocar a mão na massa para que essa gestão seja um sucesso em termos de união”, disse Mara Ruth, coordenadora de Regional do Amapá.

Também do Amapá, a coordenadora Daise Santos, destacou a oportunidade de aprendizado. “Já estou criando a ideia da importância do nosso engajamento. A palestra da Vera Miranda, do Sisejufe, foi espetacular trouxe essa matéria do planejamento estratégico e é claro que a diretoria do Sindicato não poderia ficar de fora dessa discussão para traçar caminho para achar esse novo rumo que o Sindicato tem buscado que é de filiar novos servidores que possuem uma outra visão do que é o sindicato”, disse.

Durante o encontro, foram divididos grupos que debateram o planejamento de suas respectivas pastas (comunicação, jurídico, finanças, social, etc.).

Seguindo orientações da palestrante Vera Miranda, o Sindicato deve trabalhar pela humanização das suas atividades, abrindo espaço para fazer discussões sociais, promovendo ações solidárias e eventos que permitirão os servidores exporem talentos e habilidades desenvolvidos fora do ambiente corporativo.