sexta-feira, 7 outubro, 2022
spot_img

Fenajufe participará de Ato unificado e orienta sindicatos filiados aderir calendário de mobilizações

Atividade acontecerá dia 18;reivindicação é por recomposição salarial para todo o funcionalismo público

A Fenajufe encaminhou ofício aos sindicatos filiados para retomarem o enfrentamento aos ataques do governo e em defesa do funcionalismo e do serviço público. No ofício assinado pelos coordenadores Fernando Freitas e Thiago Duarte, a Federação orienta a mobilização em apoio ao Ato unificado dos servidores públicos em defesa de reajuste salarial para todos.

► Leia ofício AQUI.

O ato acontecerá dia 18 em Brasília e dá início ao calendário de lutas aprovado pelo conjunto de servidores em reunião ocorrida nesta sexta-feira (14),com as entidades que compõem o Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Públicos Federais (FONASEFE).

Os coordenadores Fabiano dos Santos e Thiago Duarte representaram a Fenajufe. Os dirigentes concordam que é o momento para reiniciar a  luta conjunta. Em sua avaliação Fabiano dos Santos ressaltou a importância da união dos servidores para enfraquecer os desmandos do governo e reafirmou que “só a unidade vai nos fazer alcançar nossos objetivos”.

Já em sua manifestação,Thiago Duarte lembrou que “a unidade do funcionalismo público garantiu a derrota da reforma administrativa (PEC 32) em 2021.” O dirigente reforçou que é preciso repetir a “fórmula” para conseguir vitórias em 2022 para os servidores do Judiciário Federal.

Servidoras e servidores públicos de todo o país continuam sendo desrespeitados pelo governo Bolsonaro. A gestão do presidente desde o início se dedica em atacar, desvalorizar e retirar direitos de toda classe de trabalhadoras e trabalhadores da administração pública.

A “gota dàgua” veio com aprovação de R$1,7 bilhão de verba da Lei Orçamentária Anual (LOA) para reajustar apenas as carreiras das Policias Federal, Polícia Rodoviária Federal e do Departamento Penitenciário Nacional e algumas do Ministério de Justiça.

Com muita indignação, as categorias desprezadas pelo governo articulam o fortalecimento na unidade para buscar reajuste salarial para todas categorias. Nesse sentido, a ordem é iniciar imediata mobilização nacional.

Após um ano de muita luta em 2021, servidoras e servidores organizam novas estratégias de atuação para pressionar o governo por respeito e tratamento isonômico no sentido de garantir “recomposição inflacionária emergencial, sem abrir mão das perdas salariais”.

A decisão do governo em beneficiar apenas uma categoria de servidores públicos escancara jogada interesseira em ano eleitoral. A categoria beneficiada é sabidamente eleitoreira do presidente.

 No entanto, a negativa do governo em conceder aumento para o restante das categorias, serviu como munição para construir forte movimento de mobilização nacional e reforçar a mesma unidade usada em 2021 para seguir derrotando os projetos destrutivos do governo.

Ampliadinha

A mobilização das servidoras e servidores do PJU e MPU continua em construção já no dia seguinte, 19 de janeiro, quando a Fenajufe realiza uma reunião Ampliadinha. Dela participam a Diretoria Executiva e mais três observadores de cada sindicato filiado.

O objetivo será traçar estratégias que unifiquem a categoria e fortaleça o movimento paredista a ser deflagrado, lembando que o indicativo de greve acontece em 9 de março.

Calendário

18/01 – Participação com força total no Ato unificado dos servidores públicos em defesa do reajuste salarial para todos –
                – 10 horas – Concentração no Banco Central
                – 14 horas – Ministério da Economia 

19/01 – Realização de reunião da Diretoria Executiva da Fenajufe virtual ampliada aos sindicatos filiados (Ampliadinha), das 17h às 20h, com participação de até três representantes por sindicato filiado, para aprofundarmos o debate sobre a campanha de recomposição salarial e táticas para o próximo período.

27/01 – 15 horas – Plenária Nacional dos Servidores Públicos Federais;

02/02 – Ato em Brasília por ocasião do retorno do recesso legislativo e judiciário (se a pandemia permitir);

14/02 a 25/02 – Entrar em estado de greve/ participar da jornada de mobilização, paralisações e luta em prol da isonomia/ recomposição salarial;

– 09/03 – Indicativo de Greve Geral do Funcionalismo Público

A Federação orienta ainda a divulgação da Nota Pública da Fenajufe, com possibilidade de assinaturas de apoio pelos sindicatos, dando repercussão nas redes sociais dos Sindicatos e Federação e colocação de faixas nos órgãos do PJU e MPU requerendo a recomposição das perdas salariais no dia 02 de fevereiro, retorno do recesso do STF.

Joana Darc Melo, da Fenajufe

Foto/Crédito: Fenajufe

Fonte: https://www.fenajufe.org.br/noticias/noticias-da-fenajufe/8483-recomposicao-salarial-fenajufe-convoca-sindicatos-filiados-para-ato-unificado-em-brasilia-e-orienta-participacao-no-calendario-do-fonasefe

Latest Posts

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.