O tema dá continuidade ao ciclo de debates promovidos pela Federação para dialogar sobre o universo feminino no mês de março

A pandemia do novo coronavírus tem dificultado o cotidiano das pessoas. Para as mulheres, que tiveram a rotina alterada, os impactos estão sendo ainda maiores. O Programa Sala de Entrevista – Especial Live de quinta-feira (25) realizará um debate sobre maternidade e as relações de trabalho da mulher nesse período pandêmico.

A mulher trabalha fora, cozinha, cuida da casa e dos filhos. Com a pandemia e o cenário de home office e aulas remotas dos filhos, as responsabilidades aumentaram e isso gerou um peso maior para as mulheres, especialmente para as mais pobres. A sobrecarga e o acúmulo de funções, que atinge as mulheres, é um reflexo do machismo.

Esse cenário de desigualdade de gênero na pandemia tem levado muitas mulheres aos consultórios médicos. A falta da divisão de tarefas domésticas contribuiu para a manifestação de doenças. Muitas apresentadas na forma física, outras favoreceram danos de saúde mental, como ansiedade e depressão. A Live vai fazer uma abordagem sobre o tema tão necessário no momento.

Convidadas:

Rosana Leite Antunes de Barros: Defensora pública, coordenadora do Grupo de Atuação Estratégica da Mulher da Defensoria Pública – GAEDIC Mulher, Coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria Pública -NUDEM/MT, membra do Fórum de Mulheres Negras de Mato Grosso e do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso, mestranda em Sociologia pela UFMT, escritora, articulista semanal do Jornal A Gazeta sobre Direitos Humanos das Mulheres.

Ingrid Assis : Mãe de três filhos, Professora da rede pública de Santa Catarina, dirigente sindical da Central Sindical e Popular – CSP- Conlutas  

Para fazer mediação, as coordenadoras Elcimara Souza e Juscileide Rondon

Acompanhe pelo:

Facebook – https://www.facebook.com/fenajufe.nacional/

YouTube – https://bit.ly/3bGcuGj

Joana Darc Melo, da Fenajufe