Em grande proporção, a proposta atende solicitações da Fenajufe

A proposta orçamentária para 2020 da Justiça do Trabalho, da ordem de R$ 23,4 bilhões foi aprovada nesta segunda-feira, 9, em sessão telepresencial do Órgão Especial do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A peça aprovada prevê o reajuste do auxílio-saúde dos atuais R$ 215,00 para R$ 402,03 por beneficiário.

Quanto às nomeações para ocupação de cargos vagos, a proposta prevê um montante de R$ 81,98 milhões, que permitiria nomeação de 415 Analistas Judiciários ou 450 Técnicos Judiciários.

Informação preliminares apontam que uma margem de folga foi mantida na proposta, o que permitiria trabalhar um percentual de recomposição dos salários. Em grande proporção, a proposta atende solicitações da Fenajufe em muitos pontos, como o reajuste do auxílio-saúde e segue no sentido de atender ainda, negociações conduzidas pelo CSJT.

Já no Anexo V da previsão orçamentária, o volume de recursos para investimentos totalizam R$ 47,5 milhões, a serem destinados a iniciativas como a reforma do Fórum Ruy Barbosa, de São Paulo para adequação de acessibilidade; adaptação e reforma do edifício-sede do Fórum de Belo Horizonte; construção do Fórum de Manaus e construção de Varas do Trabalho no Rio Grande do Sul, no Pará, Paraná e Santa Catarina.

Por Luciano Beregeno

Imagem Licenciável: Wikimedia Commons

Reprodução: Fenajufe