domingo, 26 junho, 2022
spot_img

Resolução regulamenta o Poder de Polícia no âmbito do Superior Tribunal de Justiça

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) publicou a Resolução STJ/GP nº 5, que regulamenta o exercício do poder de polícia administrativa no âmbito da Corte, dispondo sobre atribuições funcionais dos Agentes e Inspetores da Polícia Judicial.

Segundo o normativo, o exercício do poder de polícia administrativa se destina a assegurar a boa ordem dos trabalhos do Tribunal, a proteger a integridade dos seus bens e serviços, bem como a garantir a incolumidade dos ministros, magistrados, servidores, advogados, partes e demais frequentadores do Tribunal.

Além disso, ele deve observar os princípios da Política Nacional de Segurança do Poder Judiciário, previstos na Resolução 435/2021 do Conselho Nacional de Justiça.

Entre as atribuições dos Agentes de Polícia está a realização de atividades de inteligência com a produção de conhecimento para a segurança orgânica e institucional do Tribunal com o objetivo de prevenir e controlar riscos.

A Resolução do STJ especifica, ainda, os uniformes a serem utilizados, bem como o brasão de identificação específico e carteira funcional padronizada, “definidos em ato próprio, os quais seguirão o modelo definido pela Resolução CNJ n. 379, de 15 de março de 2021”.

“Cada vez mais, a Polícia Judicial se torna realidade nos tribunais do país, agregando valorização e qualificação para os Agentes que se tornam servidores especializados e capacitados para a atuação na segurança institucional”, finaliza o presidente da AGEPOLJUS Roniel Andrade.

Leia Aqui a Resolução STJ/GP nº 5


Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo

Foto/Crédito: Rafael Luz/STJAttribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – imagem licenciável

Fonte: https://www.agepoljus.org.br/p213.aspx?IdNoticia=10841&idme=546

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.