A categoria se reuniu mais uma vez nessa quinta-feira, 24, em Assembleia Geral extraordinária, em ambiente virtual, para decidir os próximos passos da mobilização contra a nefasta Reforma Administrativa do governo Bolsonaro, que na prática é a total destruição dos serviços e servidores públicos.

A assembleia teve a participação do Assessor Parlamentar do Sindicato, Alexandre Marques, que trouxe análises da conjuntura e atualizações sobre a proposta de Reforma Administrativa. O assessor alertou para os riscos que essa reforma representa aos direitos conquistados ao longo dos anos pelos servidores.

A respeito da mobilização, o debate apontou a necessidade da criação de uma campanha de mídia profissional para esclarecer a categoria e a população sobre a importância dos serviços públicos e dos servidores que são a base desses serviços. Também foram apontadas, nas falas de vários dos/as presentes, questões a respeito da conjuntura, das formas de mobilização e a importância de um calendário de luta com ações unificadas que envolvam todos os segmentos do serviço público.

A votação dos encaminhamentos foi realizada em bloco, com a função ‘enquete’ do Zoom, após apresentação, leitura e visualização dos enunciados, tendo sido aprovados por maioria.

Encaminhamentos aprovados:

1) Realização de Assembleias virtuais com o tema “Reforma Administrativa”. O encontro terá esclarecimentos técnicos e políticos em relação aos ataques sofridos pelos serviços públicos e atuais servidores, aprovando iniciativas como as elencadas a baixo:

2) mapeamento estadual de deputados favoráveis e contrários à reforma. Este mapeamento deverá ser apresentado a Fenajufe até o final do mês de setembro. Ressaltamos que a federação irá apresentar um mapeamento nacional dos deputados;

3) Articulação com entidades dos servidores públicos municipais, estaduais e federais para combater em conjunto a reforma;

4) pressão permanente nos deputados, utilizando principalmente as redes sociais;

5) agendamento de reuniões com deputados e senadores, visando buscar o compromisso dos parlamentares em se posicionar contra a reforma administrativa;

6) cobrança de candidatos e candidatas a eleição 2020 para se posicionarem contra a reforma administrativa;

7) construção da campanha “adote um deputado”, em conjunto com as demais entidades representativas dos servidores públicos e centrais sindicais. O objetivo é criar grupos de 20 a 30 servidores para ficarem responsáveis pela pressão diária aos deputados por meio das redes sociais;

8) Construção de campanhas de mídia em conjunto com entidades dos servidores públicos, procurando, sempre, três objetivos centrais:

8.1) engajar servidores na campanha;

8.2) esclarecer a população sobre a importância dos serviços públicos, do SUS na luta contra a pandemia da Covid-19 e a perda dos serviços públicos que a reforma administrativa vai impor nas diversas áreas a toda sociedade, em especial aos mais necessitados;

8.3) pressionar parlamentares do Estado.

9) Construção do dia 30 de setembro como Dia Nacional de Luta em defesa da estabilidade e do concurso público, contra a redução de salário e as privatizações.

Categoria escolhe representantes para a Reunião Ampliada da Fenajufe

Ainda em Assembleia, os filiados elegeram os delegados e observadores que representarão o Sindicato na Reunião Ampliada Virtual Extraordinária, convocada para o dia 10 de outubro, das 09h às 20h, em plataforma a ser definida e informada pela Federação.

Foram eleitos como delegados(as) Daise Santos (Coordenadora da base do Amapá) e Ribamar França (Coordenador da base do Pará). Como observador foi eleito o servidor da Justiça Federal do Amapá, Michel Melém Assunção.