domingo, 29 janeiro, 2023
spot_img

Em debate na Câmara, Fenajufe destaca que divulgação do resultado das eleições pelo TSE será o auge da tensão política no dia do pleito

Audiência pública ocorreu na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) nessa quinta (25)

A Fenajufe esteve na Câmara dos Deputados e participou de um importante debate na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) sobre democracia e segurança das servidoras e servidores nas eleições. O coordenador da Fenajufe e servidor da Eleitoral, Edson Borowski, representou a Federação no evento; Lucas Costa, diretor do Sisejufe/RJ, também estava na mesa.

Acompanharam a audiência no plenário as coordenadoras Fernanda Lauria e Márcia Pissurno e o coordenador Thiago Duarte, além do assessor da Federação Alexandre Marques e representantes do Sisejufe/RJ, Sindjufe/MS e Sintrajusc/SC.

Com o tema “A Defesa da Democracia e a Segurança das Eleições Gerais de 2022”, Edson alertou que as trabalhadoras e trabalhadores desse ramo do Judiciário estão invisibilizados nas discussões das eleições gerais.

“Não são só juízes e mesários que precisam de segurança. No momento em que há uma confusão numa sessão eleitoral, o primeiro a chegar para tratar do caso é o servidor do cartório eleitoral em 2.500 cidades do Brasil”, destaca o coordenador.

O diretor observou que a Fenajufe representa hoje mais de 26 Sindicatos em todas as regiões do País e não há uma representação sindical em qualquer grupo de trabalho que trate do tema da segurança no pleito de outubro. “Essa discussão precisa chegar em quem organiza a eleição, quem estará no dia da eleição, em quem ficará até o final da apuração”.

Borowski indicou que o momento da apuração e divulgação do resultado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será o auge da tensão no dia da eleição, com possibilidade de violência política contra prédios da Justiça Eleitoral e contra servidores.

O diretor lembrou que início do ano a Fenajufe se reuniu com o então presidente do TSE, ministro Edson Fachin, e levou uma série de demandas sobre segurança e que, no Encontro Nacional das Servidoras e Servidores da Justiça Eleitoral (Eneje), em julho, foi elaborada uma pauta de reivindicações que será apresentada ao TSE. A Federação, inclusive, já solicitou reunião com o novo presidente do tribunal, Alexandre de Moraes.

Assista a fala do coordenador Edson Borowski na CDHM:

Debate continua

Na próxima terça-feira (30), a Fenajufe voltará à Câmara dos Deputados para mais um debate sobre o tema. O coordenador Manoel Gérson representará a Federação na audiência pública com o tema “segurança do processo eleitoral e a violência política”.

Fonte: Raphael de Araújo, da Fenajufe

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.