quarta-feira, 20 outubro, 2021
spot_img

Em Goianésia do Pará, os últimos ajustes para as Eleições Suplementares

A semana de preparativos foi intensa para a votação que será realizada no domingo, 3.

O TRE do Pará está presente em Goianésia do Pará, trabalhando nos preparativos das Eleições Suplementares para os cargos de prefeito e vice-prefeito do município que serão realizadas no próximo domingo, dia 03 de outubro, das 7 às 17h, com dispensa da biometria.

Na terça-feira, 28, ocorreu a apresentação do Plano de Preparação de Urnas. O momento foi de alinhamento estratégico, esclarecimentos e reforço no treinamento das equipes que atuarão no dia da eleição, em vinte locais de votação, sendo treze na zona urbana e sete na rural.  Vale destacar, que seis, desses locais são de difícil acesso.

O diretor geral do TRE, Felipe Brito, o juiz eleitoral da 103ª Zona Eleitoral, Andrey Magalhães Barbosa e o secretário de Tecnologia da Informação, Alessandro dos Santos Cruz, conduziram o momento e repassaram as principais orientações.

Dentre os assuntos abordados, destacam-se a atuação dos representantes do Tribunal em cada sessão eleitoral, a logística de distribuição das urnas e esclarecimentos sobre o funcionamento dos pontos de transmissão dos dados da votação, que este ano estarão presentes em todas as sessões eleitorais, para que o encerramento e divulgação do resultado da eleição aconteça de forma rápida, transparente e segura, como explicou o diretor geral, Felipe Brito.

“Esta reunião é para alinhar tudo o que já foi produzido até o momento, como treinamento de mesários, os procedimentos e as novidades desta eleição, como os 20 pontos de transmissão nos locais de votação, a antecipação do horário em uma hora, que será das 7 às 17h, tudo para garantir o que o eleitorado espera, que é entrega transparente e resultado célere”, disse.

O juiz eleitoral de Breu Branco e Goianésia do Pará (103ª ZE) Andrey Magalhães Barbosa, avalia os preparativos das eleições de forma positiva. “O trabalho da Justiça Eleitoral é de excelência, pois há muita organização e competência antes mesmo do dia do pleito. Há uma preparação intensa de quem será responsável pelas unidades de votação, para que no dia das eleições não haja nenhum tipo de problema”, analisou.

O secretário de Tecnologia da Informação, Alessandro dos Santos Cruz, reforçou que a reunião ajudou a definir as atividades da véspera e do dia das eleições. Ele informou que conta com 30 pessoas para o suporte dos pontos de transmissão que serão testados na sexta-feira, 1º de outubro.

Ao todo, são 500 pessoas envolvidas no processo eleitoral com reforço de 40 servidores (as) da Justiça Eleitoral para atuar na logística e garantir a tranquilidade das eleições. O município possui 90 seções eleitorais distribuídas em 20 locais de votação.

Ainda na terça-feira, a Assessoria de Comunicação (Ascom) reforçou os trabalhos de cobertura e divulgação de tudo o que acontece nos preparativos para a realização do pleito e enviou spots informativos de rádio para a imprensa local, com o objetivo de prestar serviço ao eleitorado além de dar mais visibilidade e transparência ao processo eleitoral.

Geração de Mídias e Preparação das Urnas

Na manhã da quinta-feira, 29, ocorreu no Posto de Atendimento Eleitoral do município, a cerimônia de Geração de Mídias, na qual foram preparadas as mídias, como pen drive e cartão de memória, contendo os dados do cadastro eleitoral e do registro de candidaturas.

Ao final do procedimento, elas foram guardadas em local seguro, para no dia seguinte, serem devidamente inseridas nas urnas eletrônicas na Cerimônia de Preparação das Urnas, que também acontecerá no Posto de Atendimento Eleitoral. O procedimento consiste na inserção, nas urnas eletrônicas, das mídias geradas anteriormente.

No dia 30, na chamada “Preparação das Urnas”, são preparadas, testadas e lacradas as urnas de votação, as urnas das mesas receptoras de justificativas, bem como identificadas as embalagens com as zonas eleitorais e local a que se destinam e as urnas de contingência que deverão ser utilizadas em possíveis substituições.

Também são verificadas e lacradas as urnas de lona a serem utilizadas no caso de votação por cédula.

Auditoria

É importante salientar que esta é a primeira vez que uma eleição suplementar, no estado do Pará, contará com a Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica, presidida pelo juiz Marcus Alan Gomes.

Na segunda-feira, 27, a comissão visitou o Posto de Atendimento Eleitoral de Goianésia do Pará e o prédio da Câmara Municipal para conhecer as instalações onde será realizado o processo de auditoria.

“A partir dessas visitas, já organizamos o calendário de reuniões dos próximos dias com as autoridades locais e com as entidades de fiscalização do processo eleitoral”, informou o juiz.

O diretor geral explicou ainda que essa auditoria não é prevista nas eleições suplementares, mas, por decisão da presidência do Tribunal no esforço pela transparência do processo eleitoral, ela será realizada de maneira inovadora em Goianésia.

Serão sorteadas duas urnas eletrônicas para a chamada votação paralela, pois é realizada no mesmo horário da votação em local previamente definido, de fácil acesso e aberto ao público que deseje conferir o andamento do processo.

Thalles Puget e Rodrigo Silva / Ascom TRE do Pará.

Foto/Crédito: ASCOM TRE-PA

Fonte: https://www.tre-pa.jus.br/imprensa/noticias-tre-pa/2021/Setembro/em-goianesia-do-para-os-ultimos-ajustes-para-as-eleicoes-suplementares

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.