“A derrota da PEC-32 é a vitória do povo trabalhador brasileiro. Esse é o nosso propósito e essas são nossas tarefas!”, afirma o Manifesto

Reunidos durante toda a sexta-feira, 30, servidoras e servidores públicos das três esferas – municipais, estaduais e federais – aprovaram o calendário de Greve Geral do segmento para 18 de Agosto. O Encontro é um marco na história do movimento sindical por fortalecer a construção de unidade nas três esferas do Serviço Público e trabalhar efetivamente para a unidade com os demais atores sociais.

A deliberação acontece após debates e discussões que envolveram as Centrais Sindicais, o Fonasefe, o Movimento Basta, União Policial do Brasil (UPB) e a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público e participação de mais de 5 mil servidores(as) que construíram a atividade. Pesquisa de participação no Encontro registra presença de servidores da Educação (mais da metade dos participantes), Saúde, Administração Federal, Segurança, Meio Ambiente, Sindical, Justiça e Judiciário, entre outros.

A Fenajufe esteve presente com os coordenadores Fabiano dos Santos e Thiago Duarte – também representantes da Fenajufe no Fonasefe – e com as coordenadoras Juscileide Rondon e Lucena Pacheco Martins. Evento começou ontem (29) com uma live transmitida na página da Fenajufe no Facebook.

Dos debates restou clara a principal posição que o Serviço Público levará ao enfrentamento: derrotar completamente a PEC 32/20, tendo clareza que as emendas não são o centro da luta. Com esse posicionamento, o segmento reafirma a disposição da unidade na luta nas ruas, nas bases eleitorais dos parlamentares, nos gabinetes, sejam nos municípios pressionando prefeitos e vereadores; seja nos estados nas Assembleias e sedes do Executivo, Legislativo e Judiciário em Brasília.

Pela derrubada da reforma administrativa, a construção passa pela unidade e realização de atos conjuntos com trabalhadores(as) privados, movimentos sociais e o movimento estudantil. Da mesma forma, estabelecer o diálogo com os usuários do serviço público e mostrar como serão afetados, é de extrema importância para amplificar o movimento rumo aos nichos e núcleos sociais mais específicos como as comunidades, fortalecendo o debate contra a PEC 32/20.

Ao final, foi aprovado o MANIFESTO DO ENCONTRO NACIONAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO SERVIÇO PÚBLICO com os seguintes encaminhamentos:

O Manifesto pode ser acessado AQUI.

3 de Agosto é dia de pressão!

Na próxima terça-feira, 3 de agosto, o Congresso Nacional retoma as atividades em Brasília. Neste dia, entidades do serviço público estarão na Esplanada dos Ministérios protestando contra a reforma administrativa. O ato é mais um passo na intensificação da pressão sobre os(as) parlamentares, pela derrubada da PEC 32/20, a reforma administrativa.

A programação está assim proposta:

Manhã

– Recepção de caravanas a partir das 8 horas na Esplanada dos Ministérios. Concentração a partir do meio-dia (já almoçados) Local: Pátio do Museu Nacional

Tarde

– Início da passeata as 14 horas, partindo da concentração, seguindo pela Esplanada até a Praça dos 3 Poderes, contornando o Congresso Nacional e retornando até a Esplanada e se posicionando com as faixas, banners e bandeiras, com distanciamento entra as filas e usando máscaras, em toda a extensão do gramado.

Término

Dependerá do volume e desenvolvimento da atividade, podendo se estender até o início da noite, ou mais.