segunda-feira, 6 dezembro, 2021
spot_img

Fenajufe orienta mobilização dos sindicatos de base para o dia 26 de Maio

Ato convocado pelas Centrais Sindicais e pelo Fonasefe tem ações em Brasília e em algumas capitais; Federação pede engajamento dos sindicatos.

Na próxima quarta-feira (26) a partir das 10 horas da manhã, o Congresso Nacional será palco de ato organizado em conjunto pelas Centrais Sindicais, Movimentos Populares, pelas Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo e com o Movimento Sem Terra (MST).

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (FONASEFE) orienta para que as entidades componentes participem das ações. Na terça-feira (25), haverá reunião para definir ações nas atividades em Brasília.

O Fonasefe tem realizado ações de combate à aprovação da PEC 32 e em defesa do Serviço Público diuturnamente e nesta manhã de segunda-feira (24), o Fórum espalhou outdoors em locais estratégicos pelas principais ruas de Brasília, com fotos dos parlamentares favoráveis a Reforma Administrativa no sentido de alertar a sociedade sobre o voto que vai destruir o funcionalismo.

O ato articulado pelas Centrais e movimentos sociais, será principalmente contra a fome, e pelo retorno do auxílio emergencial no valor de R$600 reais.  A proposta é chamar atenção para a grande parte da população que está vivendo situação dramática de miserabilidade acentuada com a pandemia de Covid – 19.

Além de Brasília, as ações acontecerão também em outras 11 capitais. O lema da campanha é “Vacina no braço, comida no prato”. Após o ato, os dirigentes das organizações pretendem entregar a “Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora”, uma Pauta de reivindicações aos presidentes da Câmara , deputado Arthur Lira( PP/AL) e do Senado Federal , Rodrigo Pacheco ( DEM/MG)

A participação unificada das entidades do funcionalismo é de extrema importância. O momento é de priorizar a vida e também de exigir o aprofundamento nas investigações da CPI da Covid, buscando identificar e punir os responsáveis pelo agravamento da crise e pelo negacionismo político que favoreceu o alastramento das mortes e que ainda ameaça o país.

Dia 29 de maio

A Reunião Ampliada da Fenajufe ocorrida no dia 15 de maio, aprovou ainda participação massiva no ato nacional programado para o dia 29 de maio em todo o país.  O mote do ato é denunciar políticas genocidas do presidente Jair Bolsonaro, atos de milícia e corrupção do seu governo e a chacina de Jacarezinho, que resultou na morte de 28 pessoas na favela localizada na zona norte do Rio de Janeiro.  

As mobilizações simultâneas serão também em defesa do serviço público, contra a PEC 32, e as privatizações das Estatais. Segundo os organizadores, Bolsonaro é o principal responsável pela extensão e agravamento da pandemia e pela explosão do desemprego e da fome no país.

A Fenajufe reforça a importância de engajamento dos sindicatos de base nas mobilizações e orienta participação ativa em conjunto com os Fóruns estaduais, movimentos sociais, sociedade civil, para rejeitar os projetos de reforma do governo e a gestão de Bolsonaro. Ressaltamos que a construção das atividades e mobilizações deve obedecer e respeitar as exigências sanitárias, o distanciamento social e o uso obrigatório de máscaras e álcool em gel.             

Escrito por: Joana Darc Melo

Fonte: Fenajufe               

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.