quarta-feira, 20 outubro, 2021
spot_img

Linguagem inclusiva para flexão de gênero: aspectos práticos

Palestra irá capacitar participantes à produção de textos inclusivos e menos sexistas.

No dia 21 de setembro de 2021 (terça-feira), das 13 às 16h, o TRE do Pará irá promover palestra com o tema “Linguagem inclusiva para flexão de gênero: aspectos práticos”.   

A organização é da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), da Coordenadoria de Educação e Desenvolvimento (Codes) e da Seção de Treinamento e Desenvolvimento (STD). São ofertadas 70 vagas presenciais no plenário Antônio Koury, no edifício sede do Tribunal, e haverá transmissão online via YouTube.

As inscrições estão abertas até o dia da palestra, no Portal de Eventos do TRE Pará.

Com carga horária de três horas, a atividade é voltada às servidoras e aos servidores, colaboradoras (es), terceirizados (as) do TRE Pará e ao público em geral.

A coordenadora de Mídias e Web da equipe de comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e bacharel em jornalismo, Fábia Galvão Costa Machado, será a facilitadora do evento.

Por meio de explicações teóricas e exercícios práticos, a jornalista vai demonstrar como é possível adequar textos de comunicação e de outros gêneros a uma linguagem inclusiva e não sexista, além de explicar quais as diretrizes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a respeito do assunto.

A coordenadora de Educação e Desenvolvimento do TRE Pará, Ingrid Agrassar, explica a relevância do tema para o Tribunal.

“A ação educativa é estratégica do ponto de vista da promoção da igualdade de gênero no Judiciário, pois é importante orientar os desembargadores e as desembargadoras, juízes e juízas, magistrados (as), servidores (as), assessores (as), terceirizados (as), estagiários (as) a respeito dos procedimentos práticos quanto à flexão de gênero, consoante a legislação vigente e as boas práticas implementadas na Justiça Eleitoral”, afirma.

Ela também destaca a igualdade de gênero, questão debatida há tempos por determinados grupos da sociedade, face a cultura do patriarcado. “Eleva-se, portanto, a paridade já estabelecida pela própria Constituição Cidadã de 1988, trabalhando-se em uma perspectiva que busca dar visibilidade à existência do gênero para além da hegemonia masculina, que historicamente constituiu-se como sujeito universal”, analisa.

No mês de agosto, por meio da Portaria nº 20570/2021, o Regional aprovou o Guia de Linguagem Inclusiva para Flexão de Gênero tornando obrigatório o emprego da flexão para nomear profissão e demais designações na comunicação social e institucional para todas e todos seus integrantes.

Serviço:

Palestra “Linguagem inclusiva para flexão de gênero: aspectos práticos”
Data: 21 de setembro de 2021
Horário: das 13 às 16h
Local: plenário Antônio Koury, com transmissão online via Youtube
Inscrições: portal de eventos do TRE, acesse aqui.
Certificação com carga horária de 3h.

Organização: Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) / Coordenadoria de Educação e Desenvolvimento (Codes) e Seção de Treinamento e Desenvolvimento (STD).

Rodrigo Silva / Ascom TRE do Pará.

Fonte: https://www.tre-pa.jus.br/imprensa/noticias-tre-pa/2021/Setembro/linguagem-inclusiva-para-flexao-de-genero-aspectos-praticos

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.