Dados recentes revelam que tem crescido o número de mortes por Covid-19 entre pessoas jovens e sem comorbidades. Segundo o Ministério da Saúde, entre as 32 mil pessoas que morreram por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por Covid-19 este ano, 36,6% não apresentavam comorbidades registradas.

Apesar das evidências, o TRE-PA autorizou os servidores e estagiários a permanecerem trabalhando de suas casas apenas até o dia 30 de abril, contrariando os constantes alertas feitos pelo Sindjuf-PA/AP sobre a necessidade e importância do trabalho remoto mesmo entre servidores mais jovens, se encontram em trabalho ordinário, entre 35 e 55 anos.

O Tribunal estabeleceu um prazo maior apenas aos servidores e estagiários que se encontram no chamado grupo de risco. Estes deverão permanecer no regime de trabalho remoto até o dia 30 de junho, data limite também para a suspensão do atendimento presencial  ao  público.

O Sindjuf-PA/AP lembra que outros órgãos do Poder Judiciário mantém um prazo maior ou indeterminado para o retorno das atividades presenciais, como é o caso do TRE-AP que prorrogou por tempo indeterminado o sistema de trabalho remoto. Outro bom exemplo é o TRT8ª que estabeleceu a data de 30 de abril de 2021 para reavaliação do quadro epidemiológico e definição do retorno seguro das atividades presenciais.