sexta-feira, 7 outubro, 2022
spot_img

Sindjuf-PA/AP apresenta pauta de reivindicações à presidência do TRT8ª

A Diretoria do Sindjuf-PA/AP se reuniu na manhã desta segunda-feira (23) com a presidente do TRT/8ª, Desembargadora Graziela Leite Colares, para apresentar as reivindicações dos servidores, cujos pontos centrais são: condições dos prédios de propriedade e uso do Tribunal, ampliação da rede de serviços do PAS/8ª, segurança dos Oficiais de Justiça no cumprimento dos mandados e questões envolvendo o aumento de responsabilidades dos servidores que compõem a Polícia Judicial.

Estiveram presentes na reunião, representando o Sindicato, o coordenador de Administração e Organização Sindical, José de Ribamar França Silva (TRE/PA), a coordenadora de Assuntos de Aposentadoria e Pensão, Nilce Loureiro de Andrade Figueira (TRT/8ª – Aposentada), o coordenador Regional do Baixo Amazonas, Neivaldo José Ferreira Alves (TRT/8ª – Fórum Trabalhista de Santarém/PA) e a Assessora Jurídica da Entidade, Dra. Lara Iglezias.

Condições dos prédios do TRT8ª

Durante a reunião, o Sindicato tratou sobre a condição dos prédios do Tribunal, uma demanda recorrente da Categoria. O Coordenador Neivaldo Alves, ressaltou os problemas estruturais do prédio que comporta o Fórum Trabalhista de Santarém/PA. O local não possui área de ventilação e nem saída de emergência. A insalubridade do depósito de arquivos do Fórum também foi destacada como demanda emergencial.

A Desembargadora Graziela informou que em breve deve ser construído um novo prédio para sediar o Fórum Trabalhista de Santarém/PA.

Em relação à insalubridade do arquivo, o Sindicato sugeriu a realização de limpeza periódica no local e a alocação provisória de aparadores para os processos armazenados de forma inadequada.

Plano de saúde

Outro tema abordado pelo Sindicato durante a reunião foram os diversos problemas decorrentes do Plano de Saúde dos servidores da Casa.

A Entidade informou que em Macapá o convênio com as prestadoras de serviço Unimed e Cassi não funcionam. O problema está no número insuficiente ou inexistente de profissionais credenciados de várias especialidades.

Em Altamira e Santarém, os servidores enfrentam problema semelhante.

Em Santarém, por exemplo, houve perda de toda a área odontológica em decorrência da defasagem da tabela de valores.

Diante do exposto, o Sindicato apresentou como sugestão o lançamento de uma campanha para integrar novos profissionais ao Plano, além de reduzir o prazo de pagamento aos credenciados que efetivamente prestarem o serviço.

Agentes de Polícia Judicial

Durante a reunião, os diretores do Sindicato não esqueceram de citar as demandas dos agentes de polícia judicial e pediram o empenho da Excelentíssima Desembargadora-Presidente para que se inicie na Instituição a capacitação de novos líderes. O objetivo é contar com o próprio quadro de servidores sem precisar recorrer a profissionais externos. Tal pedido visa a aplicação da Resolução do CSJT, nº 315/2021, que regulamenta o exercício da Polícia Judicial, determinando um prazo de doze meses para sua adoção. 

Oficiais de Justiça

O Sindicato também pediu atenção para a segurança dos Oficiais de Justiça e apoio à campanha de atualização da indenização de transporte. Em relação ao segmento, o Sindicato deve preparar e enviar uma pauta específica à presidência após a reunião dos oficiais com o Sindicato e a Assojaf-PA que acontecerá nessa quarta-feira, 25.

Demandas

Após ouvir as reivindicações dos servidores, a Exma. Presidente se comprometeu a enviar ofício aos setores do Tribunal para que estes, reúnam com o Sindicato de modo a tomar as providências da pauta de reivindicações. Em breve o Sindicato informará o resultado das reuniões.

= Confira a pauta de reivindicações completa AQUI.

Latest Posts

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.