Uma parcela de servidores -Técnicos Judiciários – estão divulgando um abaixo-assinado online que manifesta interesse pela tabela de Nível Superior escalonado, com pagamentos feitos em parcelas.

O Sindjuf-PA/AP esclarece que não tem envolvimento com a iniciativa que vai contra ao que já foi definido pela categoria,  debatido pelos Sindicatos e aprovado nas instâncias da Federação.  

O abaixo-assinado seria entregue nessa quarta-feira (18) para ser apreciado durante reunião no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que debateria o Projeto de Nível Superior. 

Entenda  

O Projeto Nível Superior (NS) é uma pauta cujo objetivo é elevar a escolaridade exigida para os cargos de técnicos judiciários.

Parte dos técnicos sustenta a proposta de inclusão de tabelas de igualdade remuneratória com os analistas de nível superior no Projeto NS, porém, não há consenso entre o segmento, pois outra parcela de servidores acredita que a proposta irá prejudicar a aprovação do Projeto.

Atualmente, a questão está em discussão no Fórum Permanente de Gestão de Carreiras dos Servidores, coordenado pelo CNJ, com participação da Fenajufe.

Recentemente a Federação emitiu uma nota declarando extrema cautela e preocupação em relação à proposta, já que a categoria aprovou a defesa da alteração do nível de escolaridade para acesso ao cargo de Técnico Judiciário, para nível superior, conforme resoluções já aprovadas nos fóruns da Fenajufe e nos termos da proposta de Projeto de Lei enviada pela Federação ao STF e da pauta também já entregue aos Tribunais e Conselhos Superiores.

Após amplo debate, a categoria já havia definido a proposta de alteração do NS, sem discutir tabela. A discussão remuneratória, como aprovado, aconteceria em outro momento, após a conquista deste antigo pleito da categoria.