domingo, 24 outubro, 2021
spot_img

Sindjuf-PA/AP reforça ações que cobram do TRE-PA a prorrogação do trabalho remoto, medida importante na prevenção a Covid-19 entre servidores

Diante do agravamento da segunda onda de contaminações pela Covid-19 e com o surgimento de novas cepas da doença, o Sindjuf-PA/AP vem destacando a necessidade do home Office como uma das medidas mais rigorosas no protocolo de prevenção para garantir a saúde dos servidores e servidoras do Judiciário Federal no Estado do Pará e Amapá.

Em contato com a administração do TRE-PA, o Sindicato ressalta a necessidade de prorrogação do trabalho remoto, por considerar que o período instituído pelo Tribunal para o retorno das atividades presenciais é prematuro e precipitado diante do agravamento da crise sanitária. Por isso, assim como já divulgado pelo Sindicado, a Assessoria jurídica da Entidade protocolou no dia 1 de abril um pedido para que o Tribunal condicionasse o retorno das atividades presenciais à prévia avaliação da situação epidemiológica no Estado. A Entidade indicou como prazo mínimo para a avaliação o dia 30 de abril.

Apesar de protocolar o pedido, até o momento o Sindicato não obteve retorno e tornou a protocolar outro documento reiterando o pedido anterior.

A portaria do TRE-PA em vigor (n.º 20262/2021) estabelece o prazo final no dia 16 de abril (próxima sexta-feira) para realização do trabalho remoto, após esse período, os trabalhadores serão obrigados a retornar ao trabalho presencial, porém o Sindicato esclarece que vem através de sua assessoria jurídica tomando todas as providências necessárias e possíveis para sensibilizar e cobrar da administração uma postura mais rígida no combate ao coronavírus.

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.