terça-feira, 27 setembro, 2022
spot_img

Sobre a proposta de correção dos salários de Servidoras e Servidores em 18%, aprovada no STF

Este índice de 18 % não recompõe as perdas inflacionárias acumuladas no Governo Bolsonaro, que totalizarão aproximadamente 30,65% até o final de 2022

O Pleno do STF, em sessão realizada no dia de hoje, aprovou a inclusão no Orçamento para o exercício de 2023 do reajuste para os servidores e servidoras do Poder Judiciário da União, com o percentual de 18% em 4 parcelas.

A decisão do STF é o resultado de intensa pressão dos trabalhadores e trabalhadoras do Poder Judiciário da União, que incluiu manifestações em frente ao Supremo, reuniões com a Direção da Corte, envio de e-mail aos Ministros e diversos atos de toda a categoria.

Importante ressaltar que este índice de 18 %, diluído em parcelas ao longo dos próximos 2 anos, não recompõe as perdas inflacionárias acumuladas no Governo Bolsonaro, que totalizarão aproximadamente 30,65% até o final de 2022.

Também não recompõe a inflação acumulada desde a data da aprovação do último reajuste da categoria, em 2016, nem perdas referentes a períodos anteriores a 2016.

Todavia, diante da perspectiva de índice zero sinalizado pelo Presidente Bolsonaro para a maioria das categorias, sempre na linha proposta pelo Ministro Paulo Guedes de colocar a  “granada no bolso do servidor”, a Fenajufe considera este reajuste importante, pois, pelo menos, cumpre a função de aliviar – ainda que de forma acanhada e insuficiente – as imensas perdas inflacionárias pelas quais vêm passando os servidores públicos federais nos últimos anos.

De qualquer modo, a Fenajufe ressalta que seguirá lutando pela reposição integral das perdas inflacionárias da categoria.

Brasília-DF, 10 de agosto de 2022.

Fonte: https://www.fenajufe.org.br/noticias/noticias-da-fenajufe/9149-posicionamento-publico-sobre-a-proposta-de-correcao-dos-salarios-de-servidoras-e-servidores-em-18-aprovada-no-stf

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.