Na manhã de hoje (13), após serem impedidos de se reunirem no auditório, os servidores da Subseção Judiciária do Pará se concentraram em frente ao prédio do Órgão para participar da Reunião Setorial promovida pelo Sindjuf-PA/AP. Em outros tempos o espaço era liberado, entretanto, atualmente, a Direção do Órgão vem negando as solicitações do Sindjuf para realizar as reuniões no referido auditório. O Sindicato lamenta e estranha a postura da Direção do Forum, pois o pleito visa apenas reunir a categoria para tratar de assuntos legais e legítimos relativos à luta coletiva dos trabalhadores do Judiciário Federal.

Apesar da proibição, os servidores não recuaram e participaram das discussões sobre questões como Terceirização, Aposentadoria e Campanha Salarial. No decorrer da assembleia, chegou a notícia de que o PLC 28/2015, que trata do Plano de Cargos e Salários dos servidores do Judiciário Federal, e estava na pauta de hoje (13) da Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal (CCJ), não foi votado por falta de quórum.

O coordenador de Finanças do Sindicato, Wladimir Batista, fez um desabafo e disse que a desinformação da mídia sobre a Campanha Salarial da categoria é uma injustiça. “Não é justo que a mídia exponha a nossa luta pela reestruturação dos nossos salários como um fator que trará um rombo nos cofres da União”, disse o coordenador.

Diferente do PLC 28/2015, que encontra barreiras políticas para ser aprovado no Senado, o PLC 30/2015 (antigo PL 4330/2004), que regulamenta a contratação de terceirizados e atende os interesses da classe empresarial, tem grandes chances de passar pelo Senado, provocando a precarização dos direitos trabalhistas. O coordenador de Assuntos Jurídicos do Sindicato, Aluízio Santos, acredita que a aprovação dessa iniciativa é uma ameaça ao serviço público. “Aprovando a terceirização talvez nem os nossos filhos vão poder ser mais servidores público, mas futuramente serão terceirizados. A gente tem que resgatar hoje e sempre a valorização do nosso trabalho”.

Ao final da reunião os servidores decidiram se reunir na próxima quarta-feira (20), após a Reunião Ampliada da Fenajufe que acontece nos dias 16 e 17 de maio, em Brasília, ocasião em que o coordenador do Geral do Sindicato, Lauriano Pinto e o servidor da JF, Arcelino Barros Filho estarão representando a categoria do Pará e Amapá, trazendo novas informações sobre a luta da categoria.

Fonte: Imprensa Sindjuf-PA/AP