18 de março foi a data eleita por diversas categorias para lutar contra o sucateamento dos serviços públicos em razão de uma suposta economia para o país. O alvo principal das reivindicações do Movimento é a Reforma administrativa, um pacote de PEC’s que prevê a supressão de diversos direitos dos servidores públicos. 

As novas regras atingirão os novos servidores e os atuais. Servidor, já pensou perder sua estabilidade e 25% do seu salário? A Reforma Administrativa propõe essa crueldade.

Quinze Entidades dos servidores do Judiciário Federal em diversos estados já aprovaram greve. Outros sindicatos, como é o caso do Sindjuf-PA/AP, ainda não definiram como irão participar deste Dia histórico de luta.

O Sindjuf-PA/AP reunirá a sua base no dia 14 de março para discutir a adesão ao movimento.

A Assembleia Geral Extraordinária que definirá a participação da categoria acontece no Beira Rio Hotel, dia 14 de março (sábado), às 18h30.