A coordenação do Sindjuf-PA/AP solicitou à Assessoria Jurídica um parecer sobre a possibilidade de interpelação judicial contra as falas do Presidente da República, Jair Bolsonaro, que vem manifestando acusações sobre suposta fraude no processo eleitoral brasileiro e nas urnas eletrônicas.

As manifestações contra o atual sistema eleitoral vêm sendo feitas sem nenhuma prova, atingindo diretamente servidores e servidoras da Justiça Eleitoral, responsáveis pelo preparo das eleições.

Em seu parecer, a Assessoria Jurídica do Sindicato destacou o seguinte: importa destacar que o TSE concedeu prazo de 15 dias para que o Presidente Jair Bolsonaro apresente evidências e informações de ocorrências de fraude ou irregularidades nas referidas eleições. Assim, sugerimos aguardar o prazo conferido ao Presidente para reavaliar a questão.