sábado, 24 setembro, 2022
spot_img

Em força conjunta, Sindjuf-PA/AP busca no Congresso Nacional respostas para a recomposição salarial e outros interesses da categoria

Em mais uma semana de luta pela recomposição salarial da categoria, o Sindjuf-PA/AP esteve hoje (28) no  Congresso Nacional.

Desta vez, o Sindicato enviou a Brasília os servidores Edmilson Nazaré (Aposentado – TRT8ª), Osvaldo Vieira (Aposentado – TRT8ª) e Malone Cunha (JF-PA).

Em articulações com parlamentares, foi apresentada a pauta de interesse da categoria que alcançava temas como: NS, LDO, PEC 63/13 (Quinquênios), PL 6204/19 (Desjudicialização) e pressão por assinaturas de Recurso ao PL 1706/21 (comunicação extrajudicial de atos processuais).

Os representantes do Sindicato estiveram no gabinete da senadora Rose de Freitas (MDB/ES), do Senador Rogério Carvalho (PT-SE / 1° Vice-líder), do Senador Paulo Rocha (PT- PA / Líder).

Em reunião no Gabinete do Senador Paraense Paulo Rocha, a categoria conseguiu uma resposta positiva, é que o parlamentar se comprometeu a remeter para a Comissão de Constituição e Justiça, o PL que trata da Desjudicialização.

Veja o calendário de luta completo:

28/6 (terça-feira):

9 horas – Atividades no Congresso Nacional, a partir das 9 horas. Pautas: NS, LDO, PEC 63/13, PL 6204/19 e pressão por assinaturas de Recurso ao PL 1706/21.

19 horas – Reunião Avaliativa após atividades no Congresso Nacional – Local: Auditório da Fenajufe.

29/06 (quarta-feira)

9 horas – Manhã de atividades no Congresso Nacional, a partir das 9 horas. Pautas: NS, LDO, PEC 63/13, PL 6204/19 e pressão por assinaturas de Recurso ao PL 1706/21.

12 horas – Deslocamento para o STF para realização de atos pela recomposição salarial

19 horas – Reunião Avaliativa após atividades sindicais e da agenda do dia – Local: Auditório da Fenajufe

30/06 (quinta-feira)

12 horas – Atos no STF pela recomposição salarial

19 horas – Reunião Avaliativa após o cumprimento da agenda semanal – Local: Auditório da Fenajufe

Apagão do Judiciário

A movimentação em Brasília avança na construção do 3 de agosto, dia em que acontece o Apagão do Judiciário e do MPU, com paralisação dos trabalhos por até 48 horas em todas as unidades do PJU e MPU, pressionando pela recomposição das perdas, cobrando o envio do STF e PGR de projeto ao Congresso Nacional. Na pauta do Apagão, a recomposição inflacionária emergencial dos salários; Nível Superior para Técnicos (PL3662/2021); Majoração da Indenização de Transporte dos Ojafs; Desjudicialização do processo de execução (PL6204/2019); Quinquênios (PEC 63/2013) e Data-base.

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.