segunda-feira, 30 janeiro, 2023
spot_img

Sindjuf-PA/AP prestigia inauguração do espaço gastronômico da Seção Judiciária Federal do Pará

Os servidores, magistrados, profissionais terceirizados, colaboradores e jurisdicionados da Seção Judiciária do Pará contam novamente com um espaço para refeições rápidas nas dependências da Seccional. Na manhã desta quarta-feira (24) foi inaugurado pela Diretora do Foro, Juíza Alcioni Escobar Alvim, a lanchonete em parceria com o grupo “Mulheres Empreendedoras” no Hall do auditório localizado no térreo do edifício-sede da Seção.

A instalação de um espaço destinado à alimentação das pessoas que acessam o local foi um pedido feito pela Coordenadora de Administração e Organização Sindical do Sindjuf-PA/AP, Mônica Genú Soares, durante reunião com a Direção da JF-PA, ocorrida no dia 29 de julho. 

O pedido foi realizado com base no retorno das atividades presenciais, e pelo fato dos servidores sentirem a falta de um espaço para convivência e alimentação como tinham acesso antigamente.

Mulheres empreendedoras

 

A Empresa fornecedora dos alimentos do novo espaço da JF-PA, Comércio Delas, mas conhecido com “Mulheres Empreendedoras”, surgiu a partir de um projeto implementado em 2019 pela atual coordenadora do negócio, Glenda Louse Braun.

“Fui inspirada pela necessidade da mulher que é dona de casa e que tem o sonho de ser empreendedora, mas que às vezes a sociedade não acredita e nem mesmo a sua família, por isso idealizei esse trabalho de empoderamento feminino para aflorar o talento dessas empreendedoras.”,  explicou a coordenadora do comércio que é itinerante – e ocorre através de circuitos em faculdades, instituições públicas e shoppings centers.

A inauguração

Durante a inauguração a Excelentíssima Juíza Alcioni Escobar Alvim enalteceu o trabalho das “Mulheres empreendedoras” e a importância da parceria

“Nós conhecemos a qualidade do serviço de vocês, reconhecemos o valor do trabalho e como isso fortalece as famílias e as mulheres, então eu achei que isso teria uma comunhão de interesses que é proporcionar bem-estar e auxiliá-las também na oportunidade de visibilidade do trabalho de vocês.”, disse a Juíza.

Diálogo com o Sindjuf-PA/AP

A Magistrada reconheceu também os esforços do Sindjuf-PA/AP em apresentar as demandas de interesse dos servidores.

“Reconheço a iniciativa do Sindicato dos servidores. Espero que este canal de diálogo permaneça e que outras ações possam vir, frutificar. Nós temos outras ações e demandas em andamento.”, reconheceu a magistrada.

Justiça Federal, Casa de Bem-estar

A Juíza também destacou outro objetivo do espaço que é proporcionar Bem-estar aos servidores, já que a ação é um encaminhamento também do Programa de Qualidade de Vida do Servidor, que tem como coordenador o servidor Ednilson de Jesus Silva.

” Espero que a nossa Casa “Justiça” seja uma Casa de Bem-estar, para quem vem e para quem permanece. A intenção é que os nossos servidores se sintam cuidados nessa Casa, bem recebidos. Espero sinceramente que dê certo, tanto para os nossos servidores como para vocês (Mulheres Empreendedoras)”, declarou a Excelentíssima Juíza Alcioni Escobar Alvim.

Programa de Qualidade de Vida do Servidor

O coordenador do Programa de Qualidade de Vida do Servidor, Ednilson de Jesus Silva, explicou que o espaço é provisório com prazo de experiência de 3 meses e que a intenção é avaliar a necessidade e viabilidade da reabertura do restaurante/lanchonete nas dependências da Seccional.

Além do espaço voltado a alimentação do público, o Programa de Qualidade de Vida do Servidor também trabalha em novas ações para os próximos meses como a “Semana do Servidor Público” que possivelmente contará com a parceria do Sindjuf-PA/AP.

O Programa também analisa a possibilidade de realização da “Semana da Saúde dos Servidores”, outra demanda do Sindjuf-PA/AP apresentada em reunião à direção do Foro. O objetivo da ação é buscar entre os parceiros do Plano de Saúde dos Servidores, credenciados que priorizem durante uma semana o agendamento e a realização de exames para os servidores e magistrados do Órgão.  

Dificuldades orçamentárias

Em conversa com o Sindjuf-PA/AP, o coordenador do Programa apresentou diversas atividades que já foram executadas durante este ano, mas apresentou as dificuldades para o estabelecimento de outras ações devido à questão orçamentária.

Após procurar o Sindicato, o Coordenador do Programa e a Diretora do Foro, solicitaram apoio do Sindicato para encampar a luta pela revisão orçamentária das Seções Judiciárias Federais, para a área de bem-estar social, uma vez que os valores estão congelados desde 2015, sendo destinado o valor anual de R$-12.000,00 (doze mil reais) para cada Seção Judiciária (sendo compartilhado também com as Subseções Judiciárias). Neste sentido, a Magistrada destacou a importância da luta do Sindicato em mais uma demanda de interesse da categoria.

Serviço

►Comércio Delas – “Mulheres Empreendedoras”

►Instagram: @comercio_delas

Veja as fotos da inauguração

 

Latest Posts

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CADASTRE SEU EMAIL

PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS DIARIAMENTE.