Fenajufe orienta mais uma vez, adesão dos sindicatos nas atividades programadas que se iniciam com ato  político virtual no dia 07 às13h;confira programação nacional

Além da promoção das bandeiras antigas de luta, o Dia Internacional das Mulheres deste ano vem com um apelo ainda maior em defesa da vida de todas.  O mote principal que irá permear os atos e atividades no próximo dia 8 expressa repúdio com as políticas do governo que atua com descaso diante da pandemia de Covid-19 numa clara evidência de banalização da vida.

 As atividades clamam por vacinação suficiente para toda a população, retorno do auxílio emergencial digno para as mães solo, e amor à vida com saúde. As reinvindicações por igualdade de direitos, respeito às etnias, orientações sexuais e principalmente pelo fim da violência e contra o machismo são diárias. O 8M reforça todas as lutas das mulheres e busca visibilizar através de ações a importância do gênero na sociedade.  

A Fenajufe junto com várias outras entidades, orienta participação nos eventos nacionais e a construção específica de manifestações e atos durante todo o mês de março.  A organização do 8M divulgou calendário das atividades que serão desenvolvidas na jornada aprovada.  

Vale ressaltar que o período pandêmico agravou a violência doméstica, acentuou a incidência do feminicídio no país que já ocupa a lamentável quinta posição de casos no ranking mundial.  Com o isolamento social veio doença mental, aumento do desemprego e prejuízos econômicos na vida das mulheres.  E é contra tudo isso que o 8M vai marchar, gritar e bradar! É pela vida das mulheres, por vacinação suficiente e Fora Bolsonaro!

► Jornada de luta : https://www.fenajufe.org.br/images/Jornada

► Programação nacional: https://docs.google.com/spreadsheets

► Origem do 8M: https://www.fenajufe.org.br/audio0403.mpeg